Só para assinantesAssine UOL
Opinião

Ibovespa: superquarta, inflação nos EUA e serviços no Brasil são destaques

Esta é a versão online da newsletter Por Dentro da Bolsa enviada hoje (13). Quer receber antes o boletim e diretamente no seu email? Clique aqui. Os assinantes UOL ainda podem receber dez newsletters exclusivas toda semana.

********

No Brasil, os investidores aguardam a divulgação do Copom, que deverá cortar a Selic em 0,50 pp. Além do anúncio da taxa, espera-se um comunicado dos dirigentes sobre a continuidade das quedas, principalmente após o IPCA benigno favorecendo as apostas em um ciclo mais agressivo do Copom. Ontem, o IPCA ficou em 0,28% em novembro, abaixo da expectativa de 0,31%. Em 12 meses, o índice acumula alta de 4,68%, também inferior à expectativa de 4,70%. Hoje o IBGE divulgou os dados de Serviços do mês de outubro — houve recuo de 0,6% em relação a setembro. É o terceiro resultado negativo do indicador. Outro ponto de atenção nesta quarta-feira (13) são as medidas fiscais, que enfrentam dificuldades no Congresso. Ontem, a reunião da Comissão Mista do Orçamento (CMO) para votar a LDO/2024 foi suspensa, e a Comissão mista que analisa a MP da subvenção do ICMS adiou novamente a apresentação do relatório, enquanto os parlamentares buscam negociações políticas para destravar a pauta.

Nos EUA, os futuros das bolsas americanas operam com ganhos. Os investidores aguardam a decisão sobre juros do Fed. Hoje, às 16h, o Banco Central dos EUA divulgará sua decisão, seguida por uma entrevista coletiva com o presidente do Fed, Jerome Powell, às 16h30. Espera-se que o Fed mantenha a taxa de juros na faixa de 5,25% a 5,5%, mas os investidores analisarão os comentários de Powell em busca de pistas sobre futuros cortes nas taxas. Antes da decisão sobre a política monetária em NY, o dado de inflação ao produtor (PPI) será divulgado às 10h30.

Na Europa, as bolsas operam em alta. Investidores avaliam dados locais e aguardam a decisão do Fed, com foco também nos anúncios de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco da Inglaterra (BoE) amanhã. Na agenda local, a produção industrial do Reino Unido caiu 0,8% em outubro ante setembro, superando a previsão de queda de 0,1%. Já a produção industrial da zona do euro recuou 0,7% em outubro, em comparação com setembro, ficando abaixo da expectativa de queda de -0,3%. Na comparação anual, a produção da indústria da região caiu 6,6% em outubro, ultrapassando o consenso de mercado, que esperava uma baixa de 4,5%.

Na Ásia, as bolsas fecharam sem uma direção única, mas predominou o sinal negativo. A Bolsa de Xangai fechou em baixa de 1,15%, e a de Shenzhen caiu 1,21%. Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,89%, enquanto em Taiwan, o Taiex avançou 0,10%, oscilando negativamente em parte da tarde, mas confirmou ganhos. Na Bolsa de Seul, o índice Kospi recuou 0,97%. À tarde, o quadro piorou após uma conferência econômica anual na China não anunciar estímulos significativos para impulsionar o crescimento econômico. É esperado que o governo chinês anuncie medidas para tentar resgatar o setor imobiliário e lidar com a dívida dos governos locais. Investidores também aguardam a decisão do Fed.

Os preços do petróleo operam em baixa. Dados de inflação alimentam a ansiedade entre os investidores de que o Fed pode não estar pronto para antecipar os cortes das taxas de juros. As cotações do minério de ferro na China fecharam no vermelho, com os investidores ficando cautelosos em relação a possíveis riscos de queda, uma vez que o estímulo anunciado um dia antes durante uma reunião de definição de agenda de legisladores na China ficou abaixo das expectativas.

O conselho de administração da Ambev aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio (JCP) bruto de R$ 0,7302 por ação. O pagamento será efetuado em 28 de dezembro, com base na posição acionária do dia 19. As ações passam a ser negociadas "ex-juros" a partir do dia 20.

A WEG também aprovou a distribuição de juros sobre o capital próprio (JCP) no montante bruto equivalente a R$ 0,071941176 por ação. O pagamento será realizado com base na posição acionária de 15 de dezembro, sendo as ações consideradas "ex-juros sobre capital próprio" a partir de 18/12/2023.

A Reag Alpha Fundo de Investimento Multimercado lançou uma oferta pública voluntária para compra de até 67,41% das ações ordinárias de emissão da GetNinjas. É o equivalente a 34.241.917 papéis, ao preço de R$ 5 por ação. Considerando o volume total de papéis, a oferta deve movimentar aproximadamente R$ 171 milhões. A empresa lembra que a Reag passou a deter, em outubro, aproximadamente 25,04% do capital social, o que gerou obrigação de realização de oferta pública de aquisição de ações (OPA) da totalidade das ações de emissão da companhia. A oferta será realizada em leilão, por meio do Sistema Eletrônico de Negociação da B3, em 24 de janeiro de 2024, às 15h, obedecendo às regras estabelecidas pela B3.

Continua após a publicidade

************

Veja o fechamento de dólar, euro e Bolsa na terça-feira (12):

Dólar: 0,59%, a R$ 4,9658
Euro: 0,85%, a R$ 5,3575
B3 (Ibovespa): -0,4%, aos 126.403,03 pontos

NA NEWSLETTER UOL INVESTIMENTOS

Depois que o Senado aprovou a taxação dos fundos exclusivos e investimentos offshore, milionários têm buscado novas alternativas para fazer o dinheiro render. A lei ainda precisa ser sancionada pelo presidente Lula e começa a valer só ano que vem, mas as mudanças já estão acontecendo. Um dos principais destinos do dinheiro são os fundos de previdência, que não estão sujeitos ao come-cotas e têm taxação regressiva. As dicas valem mesmo para quem não tem milhões na conta bancária. Na newsletter UOL Investimentos, você fica sabendo qual é esse fundo, como ele funciona e como investir nele. Para se cadastrar e receber a newsletter semanal, clique aqui.

Queremos ouvir você

Tem alguma dúvida ou sugestão sobre investimentos? Mande sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

As opiniões emitidas neste texto são de responsabilidade exclusiva da equipe de Research do PagBank e elaboradas por analistas certificados. O PagBank PagSeguro e a Redação do UOL não têm nenhuma responsabilidade por tais opiniões. A única intenção é fornecer informações sobre o mercado e produtos financeiros, baseadas em dados de conhecimento público, conforme fontes devidamente indicadas, de modo que não representam nenhum compromisso e/ou recomendação de negócios por parte do UOL. As informações fornecidas por terceiros e/ou profissionais convidados não expressam a opinião do UOL, nem de quaisquer empresas de seu grupo, não se responsabilizando o UOL pela sua veracidade ou exatidão. Os produtos de investimentos mencionados neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão preencher o questionário de suitability para a identificação do seu perfil de investidor e da compatibilidade do produto de investimento escolhido. As informações aqui veiculadas não devem ser consideradas como a única fonte para o processo decisório do investidor, sendo recomendável que este busque orientação independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e podem impactar os portfolios de investimento, causando perdas aos investidores. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros. Este conteúdo não deve ser reproduzido no todo ou em parte, redistribuído ou transmitido para qualquer outra pessoa sem o consentimento prévio do UOL.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes