Eletrobras assume dívida acima de R$11 bi e mais passivos para vender distribuidoras, dizem fontes

Por Leonardo Goy e Luciano Costa

BRASÍLIA/SÃO PAULO (Reuters) - A Eletrobras vai assumir mais de R$ 11 bilhões em dívidas de suas distribuidoras de eletricidade, além de possíveis passivos ou créditos das empresas junto a fundos do setor elétrico, para viabilizar a privatização dessas subsidiárias, segundo decisão dos acionistas da estatal em assembleia nesta quinta-feira (8), disseram duas fontes à agência de notícias Reuters.

O encontro, que aprovou a venda das seis concessionárias de distribuição do grupo, que atendem Acre, Alagoas, Amazonas, Rondônia, Roraima e Piauí, aconteceu com atraso devido a protestos de sindicatos contra o negócio que chegaram a impedir por algumas horas a entrada dos acionistas no prédio onde ocorreria a assembleia.