PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Coluna

Carla Araújo


Governo prorroga MP que trata da isenção de conta de luz para mais pobres

Conta de luz - Getty Images
Conta de luz Imagem: Getty Images
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

03/07/2020 10h55Atualizada em 03/07/2020 12h15

O governo decidiu prorrogar por mais 60 dias a Medida Provisória (MP) 950 que trata da isenção do pagamento da conta de luz para a população carente, com consumo mensal de energia elétrica inferior ou igual a 220 quilowatts-hora (kWh). Segundo o Ministério de Minas e Energia, ainda está sendo discutido se a isenção será mesmo estendida por mais dois meses. O tema está sendo avaliado também pelo Ministério da Economia.

O benefício, criado em abril por conta da crise da pandemia do coronavírus, acabou em 30 de junho.

O Ministério de Minas e Energia não informou ainda o custo dessa possível prorrogação. No início do programa, foi preciso um aporte de R$ 900 milhões do Tesouro Nacional. A estimativa é que o programa alcance 9 milhões de famílias.

O governo vem prorrogando a maior parte dos auxílios concedidos à população por conta da covid-19. Nesta semana, com uma cerimônia com ares políticos, o presidente Jair Bolsonaro anunciou no Palácio do Planalto a prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600.

Carla Araújo