Bolsas

Câmbio

Como ter controle emocional no trabalho? 4 dicas do pôquer para o sucesso

Do UOL, em São Paulo

O pôquer é um jogo de apostas, mas, para vencer, os competidores não podem contar apenas com a sorte. Ele exige habilidades específicas e capacidade de tomar decisões corretas em pouco tempo --qualidades que podem ser aproveitadas em qualquer carreira, segundo Gabriel Goffi, jogador profissional.

Divulgação
Goffi é jogador profissional de pôquer

Para ele, uma das chaves do sucesso --tanto no pôquer, quanto na vida profissional-- é o controle emocional, e isso pode ser desenvolvido. "No pôquer, perde-se muito, mas também ganha-se muito. O controle emocional vem daí. Apanhar, cometer erros, controlar o ego, as emoções e a forma como reage ao prejuízo." 

Goffi tem 26 anos, é profissional de pôquer desde os 19 e adepto da modalidade high stakes, em que há mais dinheiro em disputa. Para poder entrar nessas mesas, jogadores costumam gastar de US$ 5.000 a US$ 10 mil.

O profissional diz que já ganhou mais de R$ 1 milhão apenas com o pôquer. Hoje, divide o tempo do jogo com um curso online que desenvolveu, em que promete ensinar práticas para melhorar o desempenho em diversas áreas da vida.

Ele dá quatro dicas de como conseguir o controle emocional, necessário tanto para jogadores de pôquer quanto para quem deseja o sucesso na carreira.

1 - Prepare-se para realizar grandes feitos

REUTERS/Steve Marcus

Profissionais do pôquer lidam constantemente com perdas e ganhos, principalmente em jogos online, em que podem participar de várias mesas ao mesmo tempo. Por isso, Goffi diz que é preciso manter na cabeça que vai realizar grandes feitos diariamente, e não apenas se preparar quando surge uma oportunidade diferente.

Para isso, segundo ele, é necessária uma rotina de preparação mental. "Sou contra acordar e ir direto para o computador." Ele aconselha que cada um estabeleça seus próprios rituais, principalmente de manhã. "Assim, você sente que está presente no momento e está se preparando para algo no dia, ficando mais calmo, relaxado."

Entre esses rituais, ele cita exercícios físicos, ioga, meditação e uma refeição balanceada.

2 - Aprenda a perder

Divulgação/Globo

"Você se prepara, estuda e toma a decisão correta. E, às vezes, você perde, sem ter feito nada errado". Segundo Goffi, isso vale para o pôquer, mas também para situações do dia a dia no trabalho.

Entender que sempre há uma possibilidade de perder é importante para manter o equilíbrio emocional, sofrendo menos nas derrotas. "Você tem que saber que precisa tomar a melhor decisão possível, e é isso que importa: você pode perder, mas fez o melhor que podia nesse momento".

3 - Conheça seus limites

Apu Gomes/Folha Imagem

No pôquer, há o bankroll. Ele é a quantia de dinheiro que cada pessoa tem para fazer apostas no jogo. Goffi afirma que o bankroll ensina a enfrentar situações na carreira, principalmente em negociações.

O profissional diz que é preciso agir sempre de acordo com seu limite, para não perder o controle emocional e prejudicar suas atitudes. "Se você está muito pressionado pelo dinheiro, um possível prejuízo vai afetá-lo emocionalmente."

4 - Saia da zona de conforto

Thinkstock

Outra forma de aprender a lidar bem com as vitórias e com as derrotas é expor-se ao risco, saindo de sua zona de conforto.

No pôquer, segundo Goffi, isso é necessário para subir constantemente os limites das apostas, criando desafios. "O pôquer me trouxe essa clareza de que a zona de conforto é o oposto do sucesso". Ele afirma que é preciso sempre avançar, sem deixar a carreira ficar parada. "Se você estiver muito confortável, é porque tem algo errado."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos