Bolsas

Câmbio

Cientistas estudam como usar melhor o tempo gasto de casa até o trabalho

Do UOL, em São Paulo

Quanto tempo você gasta de casa até o trabalho? E o que costuma fazer durante o percurso?

A maneira como esse período de deslocamento é usado pode influenciar o desempenho e satisfação no trabalho, além do nível de estresse, segundo um estudo feito por pesquisadores das universidades de Harvard, Columbia e Michigan, nos Estados Unidos.

A demora no deslocamento até o trabalho tem efeito negativo nos empregados, mas não em todos, observaram os pesquisadores. Eles, então, tentaram entender os motivos.

É melhor planejar o dia ou ler um livro? 

As pessoas que costumam ter mais autocontrole sentiram menos os efeitos do deslocamento, segundo os experimentos.

Elas usaram o percurso para planejar o dia, pensar nas responsabilidades e tarefas do trabalho e estabelecer metas de longo prazo, "compensando" os efeitos negativos do trajeto, de acordo com o estudo. 

Por outro lado, as pessoas com menos autocontrole optam por atividades que dão prazer pessoal imediato, como ler um livro ou ouvir música, e sofrem mais os efeitos negativos do deslocamento, segundo a pesquisa.

Tarefa X tempo perdido

A conclusão da pesquisa é que o primeiro grupo vê o período de deslocamento como mais uma tarefa do dia, não como tempo perdido. Como consequência, apresenta níveis mais altos de satisfação no trabalho e níveis mais baixos de estresse.

Em outro experimento, as pessoas com menos autocontrole adotaram no deslocamento a mesma rotina daquelas com mais autocontrole: deixaram o livro de lado e passaram a planejar o dia. O resultado foi uma redução nos níveis de estresse e o aumento da satisfação. 

Ou seja, mesmo quem tem um perfil de menor autocontrole pode se beneficiar com uma mudança de comportamento, avaliam os cientistas.

38 minutos de ida, mais 38 de volta

No mundo todo, as pessoas gastam, em média, 38 minutos para ir ao trabalho e outros 38 para voltar para casa, de acordo com o estudo. 

Nem sempre é possível usar o tempo de deslocamento para alguma atividade "útil", especialmente nas grandes cidades, onde é comum que o trajeto envolva congestionamentos e ônibus e metrô lotados.

No entanto, se o trabalhador conseguir separar pelo menos alguns minutos diariamente, durante o deslocamento, para planejar o dia, os efeitos já serão positivos, segundo os pesquisadores.

Mudar de carreira exige plano para cinco anos, diz especialista

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos