ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Empregos e carreiras

Tem metas a cumprir até o fim do ano? Veja 5 dicas para ser mais produtivo

correndo
Imagem: Giphy

Natalia Gómez

Colaboração para o UOL, em Maringá (PR)

21/11/2018 04h00

Deixar tudo para a última hora não é um hábito comum somente quando se trata das compras de Natal. Acontece também no trabalho. Com o fim do ano chegando, muitos profissionais enfrentam uma verdadeira corrida contra o tempo para conseguir cumprir prazos, finalizar tarefas e bater metas.

Como o prazo é curto, o momento exige um nível de produtividade ainda maior para entregar os resultados esperados --e isso vale tanto para quem trabalha numa empresa quanto para quem atua por conta própria.

O UOL ouviu especialistas e reuniu cinco dicas para tornar sua rotina ainda mais produtiva neste final de ano.

Leia também:

1. Tarefa é difícil? Escolha hora e lugar certos

Deixe para fazer as tarefas mais desafiadoras no período do dia em que você é mais produtivo, pois as pessoas funcionam melhor em momentos diferentes.

Se for uma pessoa matutina, é ideal realizar as tarefas mais difíceis de manhã, porque vai render mais
Natália Martins, gerente de transição de carreira da Thomas Case & Associados 

Além do funcionamento pessoal, outra dica é levar em conta a rotina do ambiente de trabalho, escolhendo momentos em que o escritório está mais tranquilo e quando o telefone toca menos vezes.

Uma alternativa para quem fica em ambientes compartilhados é tentar trabalhar em uma sala de reunião quando a atividade exigir muita concentração ou combinar um dia de home  office (trabalho de casa) com o seu gestor. 

Criar um ambiente tranquilo ajuda a pessoa a se concentrar e fazer o trabalho
Eliana Dutra, diretora da Pro-Fit Coaching e Treinamento

2. Defina o que é prioridade

Se o ano está chegando ao fim e você tem muitas tarefas atrasadas, é preciso priorizar o que é mais relevante. Em geral, as atividades mais importantes são aquelas que, se não forem feitas, podem gerar uma perda financeira para a empresa ou provocar insatisfação de um cliente externo ou interno, segundo Natália, da Thomas Case.

Deve ser uma prioridade se você corre o risco de perder um cliente por não cumprir um prazo ou não enviar um material para o fornecedor e tiver que pagar um dia a mais de trabalho por isso
Natália Martins, da Thomas Case & Associados 

Outro tipo de atividade prioritária é aquela que pode atrapalhar a vida de outras pessoas se não for concluída.

Se os colegas precisam da sua parte para terminar o trabalho deles, essa também deve ser uma prioridade
Natália Martins, da Thomas Case & Associados 

De acordo com Eliana, as pessoas costumam confundir o que é importante com o que é urgente e, por isso, não administram bem o tempo. "O urgente é o que o coloca para correr, mas não necessariamente é importante", disse.

Para ter mais clareza, ela recomenda que os profissionais analisem quais atitudes são mais importantes para atingir os resultados desejados até o final do ano.

"No caso de um vendedor de carros, por exemplo, é mais estratégico entrar em contato com os clientes, mas pensar bem quais clientes são mais importantes de contatar", afirmou. Segundo ela, o segredo é ser muito específico sobre as prioridades.

3. Peça ajuda

Pedir ajuda para a sua equipe ou até mesmo para os colegas também é uma atitude recomendada pelos especialistas para quem está atrasado nas metas anuais.

Segundo o consultor de empresas e fundador do Instituto Gestão Consciente, João Cosenza, muitas pessoas deixam de usar sua rede de relacionamento, tanto no trabalho quanto na vida pessoal, por medo de parecerem ineficientes. No entanto, ele avalia que este medo é infundado.

Não é preciso ter medo ou vergonha, porque, na verdade, isso é um sinal de maturidade e humildade do funcionário
João Cosenza, consultor de empresas e fundador do Instituto Gestão Consciente

Segundo Cosenza, as empresas devem estar abertas a esse tipo de colaboração porque o volume de conhecimento cresce de forma exponencial no mundo a cada ano. "Muita gente não sabe onde buscar a solução, e aí pede ajuda. Eu não vejo problema."

Se o projeto que está fora do prazo envolve várias pessoas, uma saída é conversar com os colegas. Em alguns casos, os outros profissionais podem ser responsáveis por uma pequena parte do projeto e, por isso, não percebem o quanto a sua participação impacta o trabalho da equipe.

"Se o colega está dando pouca importância para aquilo, você pode mostrar o quadro geral e dizer o quanto aquele pedacinho vai impactar o projeto como um todo", afirmou Eliana.

4. Cuide do corpo

Ter hábitos saudáveis, como garantir uma boa noite de sono, também ajuda a melhorar o desempenho profissional no final do ano. Uma alimentação equilibrada e a prática de exercícios físicos entram nessa conta, segundo a especialista da Thomas Case.

"Se você estiver bem-disposto, não tem desculpa para dar a si mesmo para não bater as metas diárias", declarou. De acordo com Natália, cuidar do corpo é uma forma de garantir uma atitude mais ativa e dinâmica, que é um antídoto contra a procrastinação.

Fazer pequenos intervalos durante o dia para esticar as pernas também é recomendável porque pode ajudar o profissional a retomar as suas atividades com mais foco e energia.

Dar uma volta pelo escritório ou tomar um café faz a pessoa ter mais qualidade na próxima atividade
Natália Martins, da Thomas Case & Associados 

Ela disse que, na sua rotina, costuma estabelecer metas para cada dia e se permite um intervalo somente depois de concluir cada uma delas. "Eu só desço para tomar café quando termino e já coloco na cabeça o que vou fazer depois. É uma competição comigo mesma."

5. Tenha foco

Querer realizar muitas atividades ao mesmo tempo é um problema comum e pode comprometer seu desempenho. Na visão do consultor do Instituto Gestão Consciente, é importante que as metas sejam desafiadoras, porém possíveis de serem realizadas.

"É fundamental priorizar e colocar foco total na meta.Por isso, as metas não podem ser muitas", declarou Cosenza. Segundo ele, quando uma pessoa está focada em determinado objetivo, o seu cérebro tem um mecanismo que ajuda a identificar maneiras de chegar lá.

É importante ter poucas e boas metas, que sigam os seguintes critérios: serem específicas, mensuráveis, realizáveis, relevantes e com tempo estabelecido para acontecer
João Cosenza, do Instituto Gestão Consciente

Especialista dá dicas sobre o que vestir ou não no trabalho

UOL Notícias

Mais Empregos e carreiras