PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Empregos e carreiras

Curso imersivo de programação só cobra do estudante depois de empregado

Do Na Prática

25/10/2020 04h00

Não é novidade para ninguém que a habilidade de programar é uma das mais valorizadas no mercado de trabalho. Atualmente, há no Brasil uma disponibilidade de mais de 40 mil vagas para desenvolvedores, e o mercado de tecnologia é um dos que mais crescem no mundo.

Tanto para o jovem que deseja seguir uma carreira em tecnologia, ou para quem deseja aplicar conhecimentos digitais em outras áreas de atuação, programas de formação acelerada em programação são ótimas opções.

É o caso do programa oferecido pela Resilia, em parceria com a Stone. As inscrições estão abertas para um curso de programação gratuito, e o estudante só paga pelo curso uma vez que esteja empregado.

Não é necessário nenhum conhecimento prévio, e a empresa também faz a conexão entre participantes e o mercado de trabalho.

A missão da Resilia é capacitar jovens de baixa renda a construir uma carreira no mercado de tecnologia de maneira rápida, eficiente e acessível.

Sobre o curso de programação

O curso tem seis meses de duração e é composto por aulas dinâmicas e práticas, além do desenvolvimento de projetos. As aulas acontecem diariamente, de segunda a sexta, com três horas de duração.

Entre os tópicos ensinados estão:

  • JavaScript (React & Node.js)
  • HTML5 e CSS3
  • Git e Github
  • MySQL
  • MongoDB

Paralelamente, os estudantes também serão preparados para aumentar sua produtividade e gerenciar estresse e ansiedade. Ao final do curso de programação, todos os participantes terão construído um website completo do zero e poderão participar da Comunidade Resilia, junto de alunos, ex-alunos, professores e parceiros;

Além do conteúdo do curso, o estudante desta turma exclusiva com a Stone também terá preparação focada em empregabilidade (como orientações para construção de um LinkedIn forte, currículo, preparação para entrevistas) e mentoria exclusiva com profissionais da Stone.

Quem pode participar

Podem participar do curso de programação Resilia profissionais que tenham entre 18 a 30 anos, ensino médio completo e morar nas cidades de São Paulo ou Rio de Janeiro. Não é preciso ter experiência prévia com programação ou tecnologia.

As inscrições se encerram em 30/10 e podem ser feitas através deste link.

* O texto "Curso de programação imersivo só cobra do estudante depois de empregado" foi publicado originalmente no portal Na Prática, da Fundação Estudar.

Empregos e carreiras