PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Produtos reutilizáveis são seguros durante Covid, diz Greenpeace

Dexter Low

22/06/2020 07h28

(Bloomberg) -- Produtos reutilizáveis são seguros para uso mesmo durante a pandemia de coronavírus, desde que sejam adotadas práticas básicas de higiene, de acordo com o Greenpeace USA.

O plástico descartável não é inerentemente mais seguro do que produtos reutilizáveis, pois o vírus pode permanecer infeccioso em ambas as superfícies por períodos variados, disse o Greenpeace em comunicado endossado por mais de 100 especialistas em saúde do mundo todo. Tanto produtos reutilizáveis quanto descartáveis podem ser higienizados com desinfetantes domésticos amplamente utilizados, como sabão e detergente.

A preocupação com a transmissão de vírus estimulou o consumo global de produtos plásticos de uso único, incluindo equipamentos de proteção individual, equipamentos médicos e embalagens para entregas. A volta do uso de materiais descartáveis terá impacto negativo no meio ambiente e prejudicará esforços globais nos últimos anos para conter a poluição por plásticos, segundo o Greenpeace.

"Tem sido chocante testemunhar que a indústria do plástico aproveita a pandemia para promover plásticos descartáveis", disse Graham Forbes, líder global do projeto do Greenpeace USA. "É crucial que empresas e governos saibam que, à medida que reabrem, sistemas reutilizáveis podem ser implantados com segurança para proteger nosso ambiente, trabalhadores e clientes."

A pandemia reforçou a importância da higiene, o que ajudou a impulsionar vendas de plástico como o poliestireno, em meio à preocupação de consumidores em evitar o vírus, apesar do impacto ambiental. Cerca de 15 milhões de toneladas de poliestireno são produzidas globalmente a cada ano. O produto é utilizado em carros e respiradores hospitalares, além de copos de café para viagem e embalagens de alimentos.

©2020 Bloomberg L.P.