Bolsas

Câmbio

Chinesa Wanda compra estúdio Legendary Entertainment por US$ 3,5 bilhões

  • Reprodução

Pequim, 12 jan (EFE).- O conglomerado chinês Wanda anunciou nesta terça-feira (12) a compra, pelo valor de US$ 3,5 bilhões, dos estúdios Legendary Entertainment, responsável por superproduções como "Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros" e "Batman: O Cavaleiro das Trevas", consolidando assim sua presença em Hollywood.

O anúncio foi realizado pelo presidente da companhia, Wang Jianlin, um dos homens mais ricos da China, junto ao presidente e executivo-chefe da Legendary, Thomas Tull, em um hotel da empresa chinesa em Pequim.

Com essa operação, a Wanda, que também possui 20% do clube de futebol espanhol Atlético de Madrid, se consolida em Hollywood e fortalece sua posição na indústria do cinema, depois que estreou em 2012 com a compra da rede americana de cinemas AMC Entertainment e de iniciar a construção de seus próprios estúdios nesse país.

"A Legendary é o que seu nome diz: uma lenda", disse hoje Wang em entrevista coletiva ao anunciar a aquisição, uma referência aos títulos da companhia, que está por trás de alguns dos filmes de maior bilheteria dos últimos anos.

Além de sucessos como "Jurassic World", a produtora está por traz de "Batman: O Cavaleiro das Trevas", "Godzilla" e "A Origem", e está produzindo atualmente "The Great Wall" sob a direção do chinês Zhang Yimou e que conta com atores como Matt Damon e os chineses Andy Lau e Jiang Tian.

"Estamos no meio dos anos dourados da indústria do cinema na China", afirmou Wang no anúncio da operação, no qual acrescentou que os próximos cinco ou seis anos representam "um bom momento" para que a companhia aumente sua presença no setor.

A Wanda, que iniciou seus negócios no setor imobiliário, foi se expandindo internacionalmente nos últimos três anos em outras áreas, entre elas o cinema, o turismo e o esporte.

Sua entrada na Legendary, a maior operação de uma empresa chinesa na indústria do cinema mundial, reforça a presença da companhia no setor cinematográfico, onde também conta com sua própria rede de distribuição doméstica, a Wanda Cinema Line.

Wang Jianlin adiantou hoje que esta não será a última operação de sua empresa no mundo do cinema, e ressaltou que "talvez, haverá uma celebração ainda maior no futuro", pois o conglomerado tem a intenção de "adquirir uma companhia ainda maior".

"Queremos ter uma posição maior e mais voz na indústria (do cinema)", enfatizou nesta terça-feira o presidente da Wanda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos