PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Região metropolitana de SP tem maior massa salarial do país e a de Recife, a menor

Da Agência Brasil

14/12/2010 11h55

Brasília – Um estudo divulgado nesta terça-feira (14) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta que a maior massa salarial do país está na região metropolitana de São Paulo, onde o rendimento total é de R$ 15,1 milhões. Já a de Recife concentra a menor massa salarial, com rendimento de R$ 1,7 milhão.

O levantamento tem como base a Pesquisa Mensal do Emprego (PME) de setembro, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e foca as principais regiões metropolitanas do país – Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

Em todas as localidades pesquisadas, a população da cor branca apresenta o maior percentual da massa salarial. Dois casos citados como exemplos extremos são os de Porto Alegre, onde os brancos concentram mais de 90% da massa salarial, e de Recife, onde há um empate entre brancos e pardos.

As pessoas de cor amarela e indígena, de acordo com o Ipea, têm participação pequena na massa salarial do país, menores do que 1% e 2%, respectivamente. A cor negra tem maior representatividade na região metropolitana de Salvador (14% da massa salarial), e menor, na de Recife (3%).

O estudo revela que a participação de mulheres na massa salarial do país não ultrapassa 50%, sendo que os valores mais elevados (em torno de 40%) foram registrados nas regiões metropolitanas de Porto Alegre e Salvador. O pior desempenho feminino está no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte, regiões metropolitanas empatadas com 16,4%.

A categoria que atividades nas áreas de administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde e serviços sociais tem a maior participação na massa salarial em quase todas as regiões metropolitanas – com exceção da de São Paulo, onde o destaque é o setor de intermediação financeira e atividades imobiliárias, aluguéis e serviços prestados a empresas.

PUBLICIDADE