Bolsas

Câmbio

Eike repassa participação no Rock in Rio para fundo árabe, diz revista

Do UOL, em São Paulo

A metade de Eike Batista no Rock in Rio foi dada ao fundo árabe Mubadala, segundo o colunista Lauro Jardim, da revista "Veja". De acordo com Jardim, o empresário Roberto Medina, que quer comprar a fatia, descobriu o fato durante as negociações para retirar Eike do negócio.

O empresário Roberto Medina, dono do festival Rock in Rio, não quer mais ter Eike Batista como sócio em seus projetos. De acordo com Lauro Jardim, Medina deu uma ordem, no mês passado, para que o BTG Pactual tente recomprar a parte de Eike Batista no Rock in Rio.

Além disso, na última quinta-feira (19), Medina se reuniu diretamente com Eike para tratar do futuro do festival; segundo a revista, Medina tentou comprar a parte de Eike, mas ele disse não ter interesse em vender sua parte.

De acordo com a coluna, Roberto Medina estaria preocupado com o colapso das empresas do grupo EBX, de Eike. Ele teme que a participação de 50% de Eike no empreendimento acabe sendo gerida por um juiz.

Em maio de 2012, Eike comprou metade da marca por R$ 120 milhões, por meio de sua empresa de entretenimento, a IMX. A quantia desembolsada por Eike, que era então o sétimo homem mais rico do mundo, foi considerada alta na ocasião.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos