Topo

Mídia e Marketing


Ben & Jerry's lança nos EUA sorvete "Resistência" contra políticas de Trump

Divulgação
Imagem: Divulgação

Eliane Pereira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

31/10/2018 17h10

A marca Ben & Jerry's lançou nos Estados Unidos um novo sorvete, o "Pecan Resist" (resistência noz-pecã), para marcar a posição da empresa "contra as políticas retrógradas e discriminatórias da administração [do presidente Donald] Trump".

"Os potes de sorvete contêm uma mensagem poderosa: juntos podemos construir um amanhã mais justo e igualitário (...). Um futuro em que se valorize inclusão, igualdade e justiça para os negros, as mulheres, a comunidade LGBT, e os refugiados e imigrantes", diz a empresa.

O novo sabor ficará no mercado por tempo limitado; a empresa não informou até quando. Durante esse período, vai apoiar quatro ONGs (organizações não-governamentais) com US$ 25 mil cada: "Color of Change" (Cor da Mudança), de defesa dos interesses da população negra, "Honor the Earth" (Honre a Terra), de defesa do meio ambiente, Neta, que auxilia imigrantes na fronteira com o México, e "Women's March" (Marcha das Mulheres), de defesa dos direitos das mulheres.

As entidades são ligadas a causas atacadas por Trump, na visão de seus opositores. 

Não é a primeira vez que a Ben & Jerry's se manifesta politicamente. A marca já apoiou publicamente causas como o casamento gay e o comércio justo.

A empresa

O novo sorvete é feito de pecã, fruto de uma árvore nativa do sul dos Estados Unidos, também conhecido como noz-americana. 

A Ben & Jerry's foi criada em 1978, em Vermont (norte dos Estados Unidos), pelos amigos Ben Cohen e Jerry Greenfield. A dupla fez, por correspondência, um curso sobre sorvetes caseiros e abriu uma loja em um posto de gasolina. Em 2000, eles venderam a companhia por US$ 2,5 bilhões para a Unilever. A marca chegou ao mercado brasileiro em 2014.

Mais Mídia e Marketing