PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Carla Araújo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Justiça dá 72 horas para governo e Petrobras explicarem mudanças

Prédio da Petrobras no Rio de Janeiro -
Prédio da Petrobras no Rio de Janeiro
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

22/02/2021 19h08

O presidente Jair Bolsonaro e a Petrobras terão que explicar na Justiça as razões para as mudanças na gestão da empresa.

Em decisão proferida pelo juiz federal André Prado de Vasconcelos, da 7ª Vara Federal de Minas Gerais, as partes têm até 72 horas para explicar "de forma concisa e objetiva, as razões e argumentos que entender pertinentes e relevantes à discussão da causa".

A decisão do magistrado é uma resposta a um pedido de liminar em uma ação popular que pede para que seja barrada a mudança na gestão da empresa.

Na decisão, o juiz diz que a manifestação prévia "se dá, exclusivamente, para fins de análise do pedido de liminar, sem prejuízo de futura citação e consequente abertura de prazo para contestação".

O Conselho da administração da Petrobras vai se reunir amanhã e deve deliberar a indicação do general Joaquim Silva e Luna para substituir Roberto Castello Branco.

PUBLICIDADE