PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Carla Araújo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Bolsonaro fará pronunciamento em rádio e TV hoje à noite

Jair Bolsonaro faz pronunciamento sobre combate contra covid-19 em março - Reprodução/MOV
Jair Bolsonaro faz pronunciamento sobre combate contra covid-19 em março Imagem: Reprodução/MOV
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

02/06/2021 17h27Atualizada em 02/06/2021 17h44

O presidente Jair Bolsonaro fará na noite de hoje (2) um pronunciamento em cadeia nacional de TV e rádio. O tema deve ser as ações do governo em relação às vacinas contra a covid. As emissoras já receberam o aviso de convocação para cerca de cinco minutos de fala do presidente, a partir das 20h30.

O presidente gravou o vídeo hoje mesmo, no início da tarde. Segundo auxiliares, a ideia do governo é destacar a marca de 100 milhões de doses de vacina distribuídas pelo país. O número, de acordo com o Ministério da Saúde, foi alcançado na manhã de hoje.

Além disso, o presidente deve ressaltar a expectativa do governo de bater o recorde de distribuição, com mais de 40 milhões de doses, pelo Ministério da Saúde, neste mês de junho. Em maio, segundo a pasta, foram entregues 33 milhões de doses.

Contraponto a Doria

O pronunciamento do Bolsonaro tem a intenção também de fazer um contraponto ao anúncio feito hoje pelo governador de São Paulo, João Doria, de que toda a população adulta do estado de São Paulo será vacinada até 31 de outubro.

Panelaços

O presidente tem sido alvo de panelaços durante seus pronunciamentos.

Em março, quando convocou cadeia nacional de rádio e TV para falar sobre o atual cenário da pandemia no Brasil e a campanha de vacinação, houve manifestações em várias cidades brasileiras.

Além das panelas, muitos gritavam "Fora, Bolsonaro!" e "Genocida!" nas janelas.