PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Empregos e carreiras

Brasil cria 99.232 vagas com carteira em novembro, 8º mês seguido no azul

Do UOL, em São Paulo

19/12/2019 14h03

Resumo da notícia

  • O resultado de novembro é o oitavo positivo seguido
  • Em novembro, foram 1.291.837 admissões e de 1.192.605 desligamentos
  • No acumulado do ano, o país registrou a criação de 948.344 vagas com carteira
  • Os dados do Caged consideram apenas os empregos com carteira assinada

O Brasil criou 99.232 vagas de emprego com carteira assinada em novembro de 2019. É o oitavo resultado positivo seguido. O saldo foi maior do que de novembro de 2018, quando foram abertas 58.664 vagas, e do que o de outubro deste ano, quando foram 70.852 novos postos.

O resultado é o saldo, ou seja, a diferença entre contratações e demissões. Em novembro, foram 1.291.837 admissões e de 1.192.605 desligamentos.

No acumulado do ano, o país registrou a criação de 948.344 vagas com carteira. Em 12 meses, o saldo foi positivo em 605.919 postos de trabalho.

Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e foram divulgados hoje pelo Ministério da Economia.

Segundo o ministério, os resultados foram positivos em três setores econômicos em novembro e negativos em cinco setores. Registraram criação de vagas:

  • Comércio (+106.834 vagas)
  • Serviços (+44.287)
  • Serviços Industriais de Utilidade Pública (+419)
Os setores que fecharam vagas foram:
  • Extrativa Mineral (-290)
  • Administração Pública (-652)
  • Construção Civil (-7.390)
  • Agropecuária (-19.161)
  • Indústria da Transformação (-24.815)

Quatro regiões brasileiras tiveram saldo positivo em novembro, segundo o Caged: Sudeste (+51.060), Sul (+28.995), Nordeste (+19.824 postos), e Norte (+4.491). O Centro-Oeste teve fechamento de postos (-5.138 postos).

Entre os estados mais o Distrito Federal, 21 abriram vagas, com destaque para São Paulo (+23.140), Rio de Janeiro (+16.922) e Rio Grande do Sul (+12.257). Os que mais cortaram vagas foram Goiás (-4.587), Mato Grosso (-2.437) e Mato Grosso do Sul (-830).

IBGE faz pesquisa diferente

Os dados do Caged consideram apenas os empregos com carteira assinada. Existem outros números sobre desemprego apresentados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que são mais amplos, pois levam em conta todos os trabalhadores, com e sem carteira.

A última Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua registrou que o Brasil tinha, em média, 12,4 milhões de desempregados no trimestre encerrado em outubro.

O que é o FGTS, como funciona e quem pode sacar?

UOL Notícias

Empregos e carreiras