PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Empregos e carreiras

Economista, youtuber: que profissões do BBB estão em alta e quanto ganham?

Profissões dos integrantes do BBB 21 são promissoras? - Reprodução/ Globoplay
Profissões dos integrantes do BBB 21 são promissoras? Imagem: Reprodução/ Globoplay

Claudia Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/03/2021 04h00

Os integrantes do BBB 21 buscam o prêmio de R$ 1,5 milhão e fama. Mas se não ganharem a disputa, como é o cenário de suas profissões? Por exemplo, Sarah é consultora de marketing digital, Juliette é advogada, Caio é fazendeiro, Thais é dentista, e Gilberto, economista.

Os ganhos médios de uma consultora de marketing podem ir de R$ 3.000 a R$ 12 mil. Um economista ganha de R$ 7.000 a R$ 20 mil, segundo especialistas consultados pelo UOL.

O sucesso depende também do empenho.

Independentemente da profissão, é possível fazer carreiras excepcionais, o que significa extrema dedicação, muito talento, muito estudo e disciplina. O diploma pode até proporcionar um emprego, mas a manutenção disso depende de constante renovação, o que permite aos mais dedicados ter maior reconhecimento profissional e financeiro.
Elcio Paulo Teixeira, CEO da Heach Recursos Humanos

Entre as profissões dos "brothers", confira quais estão em alta e em baixa no mercado de trabalho e quais os salários médios. As informações sobre remuneração média foram passadas pela Heach Recursos Humanos, com base no seu banco de 2,5 milhões de currículos.

Em alta

Consultora de marketing digital: profissão de Sarah

Sarah make no BBB21 - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Sarah é consultora de marketing digital
Imagem: Reprodução/Instagram

Segundo Alexandre Mendonça, especialista em recrutamento da Robert Half, os departamentos de marketing das empresas têm apostado na transformação digital, ainda mais forte desde o início da pandemia, o que demanda profissionais com habilidades em tecnologia, focados na experiência do cliente e voltados à geração de negócios e lucro.

Para Elcio Paulo Teixeira, CEO da Heach Recursos Humanos, o marketing digital e o e-commerce são a "bola da vez", já que as pessoas consomem cada vez mais produtos e conteúdo online.

Remuneração média: de R$ 3.000 a R$ 12 mil.

Advogada: profissão de Juliette

Juliette 2 make do BBB21 - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Juliette é advogada e trabalha como maquiadora
Imagem: Reprodução/Instagram

Para Mendonça, o papel do advogado nas empresas está cada vez mais estratégico. As organizações buscam profissionais que sejam orientados para o negócio, que atuem na área de vendas e, principalmente, que auxiliem a empresa a crescer.

Com o impacto e a instabilidade causados pela pandemia nas empresas, a área cível ganhou bastante destaque, e a tendência é de que continue assim pelos próximos meses, principalmente pela necessidade de renegociação de contratos, reestruturação de dívidas e por forte demanda na área de recuperação judicial.
Alexandre Mendonça, especialista em recrutamento da Robert Half

Remuneração média: de R$ 7.000 a R$ 30 mil.

Fazendeiro: profissão de Caio

BBB21: Caio gera debate e ameaça ir embora da casa - Reprodução / Globoplay - Reprodução / Globoplay
Caio é fazendeiro em Goiás
Imagem: Reprodução / Globoplay

Essa profissão está completamente em alta, pois o agronegócio vai bem, obrigado. "Agronegócio bombando, exportações em dólar, renda per capita média no campo brasileiro teve crescimento de mais de 30% em 2020, e nada indica que será diferente nos próximos anos", afirma Arthur Igreja, especialista em inovação e tendências e professor convidado da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Não dá mais para ser um fazendeiro das antigas, que faz tudo no olho e no feeling. Então, há uma onda bem grande de profissionalização que demanda uma mudança do profissional do campo.
Arthur Igreja, especialista em inovação e tendências

Remuneração média: de R$ 8.000 a R$ 40 mil.

Dentista: profissão de Thaís

Thais make do BBB21 - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
A participante Thaís é cirurgiã-dentista
Imagem: Reprodução/Instagram

Profissão em alta, principalmente, em razão dos tratamentos estéticos que são feitos pelos dentistas.

Para Teixeira, com a abertura do setor de estética para os dentistas atuarem, o odontólogo conseguiu um nicho altamente lucrativo que vai além das práticas tradicionais.

Remuneração média: de R$ 3.000 a R$ 20 mil.

Economista: profissão de Gilberto

BBB 21: Gilberto conversa com Caio e Sarah no quarto cordel - Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
Gilberto, doutorando em economia, foi aprovado em duas universidades dos EUA
Imagem: Reprodução/Globoplay

Se a economia está em alta ou em baixa, o economista terá demanda. "É uma daquelas profissões que muita gente deixou de lado, principalmente na década de 1990, e, nos últimos anos, é uma das áreas mais visadas, pois o economista não tem mais só o papel de planejamento ou de trabalhar em bancos. Hoje, ele tem uma possibilidade consultiva, podendo atuar em empresas", afirma Igreja.

Especialistas apontam para um cuidado: é necessário estar sempre atualizado, buscando cursos, especializações, mestrados e doutorados. Ao menos nesse quesito, o Gilberto do BBB21 está no caminho certo. O brother foi aprovado com bolsa de PhD em duas universidades nos EUA para aprimorar sua carreira na área.

Remuneração média: de R$ 7.000 a R$ 20 mil.

Em alta com ressalva

Instrutor de crossfit: profissão do Arthur

BBB21: Arthur conversa na parte externa da casa - Reprodução / Globo - Reprodução / Globo
Arthur é instrutor de crossfit
Imagem: Reprodução / Globo

O crossfit virou moda. Apesar disso, a profissão sofre com os impactos da pandemia, devido a academias fechadas ou com horário reduzido.

"Essa profissão tem uma necessidade gigante de reinvenção para se manter conectada com os alunos e conquistar novos alunos à distância. Porém, acredito que seja uma profissão promissora, já que muitas pessoas estão em busca de hábitos saudáveis", diz Igreja.

Remuneração média: de R$ 2.000 a R$ 10 mil.

Influenciador digital e youtubers: profissão de Camilla de Lucas e de Viih Tube

Camilla make do BBB21 - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Camilla de Lucas se descreve como a “blogueirinha real”
Imagem: Reprodução/Instagram

Teixeira diz que estas profissões podem ser muito rentáveis e gerar status e poder, mas para poucos. "Hoje, como o acesso às redes sociais, qualquer mero mortal pode transmitir informações nas suas redes, o que amplia absurdamente esse mercado para qualquer pessoa, já que essa é uma profissão que não exige nem formação, nem registro profissional", afirma.

Igreja diz considerar a atividade em crescimento, mas faz alerta para parte perigosa da profissão: a cultura do cancelamento. Segundo ele, as marcas estão se expondo cada vez mais no digital, ou seja, elas procuram os influenciadores para fazer parcerias. "Por isso, é preciso saber como se posicionar, conhecer seu público específico e ter muito cuidado na gestão da carreira para continuar sendo relevante."

Sobre os youtubers, Igreja diz que o desafio está em migrar para outros canais, como Clubhouse e TikTok, entre outros.

Remuneração média: até R$ 20 mil, além de muitos "recebíveis" (presentes enviados pelas empresas).

Em baixa

Cantor/ator: profissões de Rodolffo, Projota, Pocah, Fiuk e Carla Dias

BBB21: Rodolffo conversa com brothers - Reprodução/ GloboPlay - Reprodução/ GloboPlay
O cantor sertanejo Rodolffo tem 25 anos de carreira
Imagem: Reprodução/ GloboPlay

Para Igreja, as duas profissões passam por um período complexo em virtude da falta de eventos, shows e peças teatrais, consequência do fechamento de teatros e casas de espetáculos, corte de verbas na área cultural e produções paralisadas.

"Quem já está bem posicionado no mercado teve uma queda de receita, pois pouquíssimos profissionais ganham dinheiro com streaming. Para quem está começando na profissão, a situação está muito difícil", diz o especialista.

Remuneração média: de R$ 5.000 a R$ 30 mil.

Professor: profissão de João Luiz

BBB21: João Luiz conversa na área externa da casa - Reprodução / Globoplay - Reprodução / Globoplay
João Luiz é professor de geografia em uma escola em Santos Dumont (MG)
Imagem: Reprodução / Globoplay

Na pandemia, a educação teve que passar por uma profunda reinvenção, mas nem todos professores conseguiram acompanhar as mudanças. "É uma profissão de sucesso para aqueles que entenderam as mudanças e se adaptaram. Porém, para a grande massa é uma profissão difícil e complicada para vislumbrar uma carreira promissora", declara Igreja.

Remuneração média: de R$ 1.500 a R$ 4.000.

Empregos e carreiras