PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Empregos e carreiras

IBGE suspende concurso com 204 mil vagas para Censo 2021 por corte de verba

Concurso para trabalhadores do Censo 2021 oferece 17 mil vagas para agentes censitários e 182 mil vagas para recenseadores - TASSO MARCELO/AE
Concurso para trabalhadores do Censo 2021 oferece 17 mil vagas para agentes censitários e 182 mil vagas para recenseadores Imagem: TASSO MARCELO/AE

Do UOL, em São Paulo*

06/04/2021 11h19

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) suspendeu as provas do concurso para recenseadores e agentes censitários que trabalhariam no Censo 2021. O processo seletivo já estava com fase de inscrição encerrada para 204.307 vagas temporárias distribuídas em 5.297 municípios em todos os estados do país.

Com a suspensão, as provas programadas no edital para 18 e 25 de abril não devem ser realizadas.

A decisão de suspender as provas foi tomada, segundo o IBGE, devido ao corte de 96% dos recursos previstos no Orçamento Geral da União para a realização do Censo Demográfico, previsto para este ano.

O IBGE declarou que o processo seletivo não foi cancelado e informou que avaliará um novo planejamento junto com o Cebraspe (empresa organizadora do concurso). Segundo o IBGE, a aplicação das provas depende de um posicionamento do Ministério da Economia acerca do orçamento do Censo Demográfico.

O Censo é o principal estudo sobre a população brasileira e é feito a cada dez anos. O processo seletivo era esperado para o ano passado e chegou a ser aberto, mas foi adiado para este ano por causa da pandemia do coronavírus.

Questionado sobre o que acontece com quem havia pago a taxa de inscrição para o concurso, o IBGE respondeu que "a aplicação das provas do PSS do Censo foi suspensa, isto é, adiada, mas sem nova data prevista. Logo não há o que se falar sobre procedimento para reaver a taxa de inscrição, já que o concurso não foi cancelado. O IBGE aguarda um posicionamento do Ministério da Economia acerca do orçamento do Censo para novo planejamento de aplicação das provas".

Já sobre os demais processos seletivos para trabalhadores temporários do IBGE, não houve alteração no cronograma até o momento. Essas seleções não estão relacionadas com o Censo, diz o instituto.

Dinheiro usado para projetos de parlamentares

O orçamento do IBGE para o Censo foi reduzido em 96%, de R$ 2 bilhões para apenas R$ 71,7 milhões. O órgão vive uma crise, e a presidente do IBGE, Susana Cordeiro Guerra, pediu demissão do cargo logo após a aprovação da Lei Orçamentária Anual (LOA) na Comissão Mista de Orçamento (CMO).

O IBGE perdeu verba porque o Congresso redirecionou o dinheiro destinado originalmente à pesquisa e a outros setores da sociedade para obras de interesse dos parlamentares.

A verba do IBGE ainda pode ser alterada pelo Congresso ao longo do ano, mas não há garantia de que isso ocorrerá.

*Com Agência Brasil

PUBLICIDADE

Empregos e carreiras