PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

México adota cautela com preço de hedge de petróleo em alta

Nacha Cattan e Juan Pablo Spinetto

23/07/2020 13h59

(Bloomberg) -- O México planeja acompanhar de perto os preços antes de fazer seu hedge anual de petróleo para o próximo ano, porque a instabilidade do mercado torna o programa mais caro, disse o secretário da Fazenda, Arturo Herrera.

"É um mercado extraordinariamente volátil", disse Herrera em entrevista por vídeo na quarta-feira. "Comprar hedge em um mercado extraordinariamente volátil é caro e, portanto, devemos ser cautelosos."

Os contratos futuros de petróleo em Nova York caíram para US$ 40 negativos em abril, um nível sem precedentes, em meio ao fracasso de um acordo da Opep+ exatamente quando as medidas para conter o vírus destruíam a demanda por petróleo. Desde então, os preços se recuperaram para cerca de US$ 40 o barril.

Nas últimas duas décadas, o México tem bloqueado a receita de petróleo por meio de opções de venda que adquire de um pequeno grupo de bancos de investimento e petroleiras, no que é considerado o maior acordo anual de petróleo de Wall Street - e o mais bem guardado.

É tão secreto que Herrera não quis dar mais detalhes sobre o acordo, mas seu comentário indicou a possibilidade de o México ainda não ter começado a comprar opções de venda para 2021.

"Nunca dizemos quando começamos, nunca dizemos quando terminamos e, com os preços de agora, é preciso checar algo antes de começar", disse Herrera.

©2020 Bloomberg L.P.