PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

FMI diz que guerra comercial começa a afetar dinamismo econômico global

12/09/2019 12h40

Washington, 12 set (EFE).- O Fundo Monetário Internacional (FMI) disse nesta quinta-feira que a guerra comercial entre Estados Unidos e a China começou a ser uma ameaça para o dinamismo da economia global, que está evoluindo em um ritmo relativamente lento.

"No passado dissemos que as tensões comerciais constituíam uma ameaça: o que dizemos agora é que não são apenas uma ameaça, mas estão começando a afetar o dinamismo da economia mundial", afirmou o porta-voz do FMI, Gerry Rice, em entrevista coletiva.

No último relatório em que avaliou o impacto das tarifas impostas pelos governos de EUA e China, o FMI calculou que a guerra comercial poderia reduzir o PIB mundial em 0,8 ponto percentual em 2020, provocando perdas adicionais nos próximos anos.

Perguntado sobre a evolução da economia, Rice reconheceu que o ritmo da atividade econômica mundial continua sendo "relativamente lento", uma situação provocada pelo aumento das tensões comerciais e geopolíticas que estariam gerando um clima de incerteza.

"Isso tem repercussões negativas no âmbito dos negócios e no comércio mundial", explicou.

O FMI divulgará suas novas projeções para a economia na assembleia anual do órgão, que será realizada de 12 a 14 de outubro, em Washington. No último relatório, apresentado em julho, a instituição reduziu a previsão de crescimento do PIB global em 2019 para 3,2%. EFE