PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Cruzeiros voltam ao Caribe mexicano em retomada do turismo

17/06/2021 02h08

Cozumel (México) 16 jun (EFE).- Após mais de um ano sem cruzeiros devido à pandemia de covid-19, um navio atracou nesta quarta-feira na ilha de Cozumel, no Caribe mexicano, com mais de mil passageiros a bordo.

Durante a cerimônia oficial de recepção do navio, Alberto Muñoz Quiros, vice-presidente da Royal Caribbean para América Latina e Caribe, enalteceu a importância de Cozumel nos planos de crescimento da empresa no México, que incluem destinos como Mazatlán, Los Cabos, Puerto Vallarta e Ensenada, em Baja California.

"Esta pausa nos permitiu pensar em todos os detalhes para proteger os nossos destinos, como a bela ilha de Cozumel, os passageiros e os seus habitantes", disse o executivo após a chegada do navio Adventure of the Seas.

O governador do estado de Quintana Roo, Carlos Joaquín, reconheceu o "espírito" da indústria de cruzeiros ao trabalhar incansavelmente para se recuperar da crise.

"A chegada deste primeiro cruzeiro a Cozumel depois deste longo recesso nos convida a olhar para o horizonte com otimismo", disse o governador, ao destacar os prejuízos multimilionários no mundo e no México resultantes da pandemia.

O turismo no México contribui com 8,7% do produto interno bruto (PIB) e é de enorme importância em zonas costeiras, como os estados da península de Yucatán.

E embora o país tenha sido o terceiro mais visitado do mundo em 2020 - de acordo com estimativas da Organização Mundial do Turismo - isto ocorreu às poucas restrições e medidas sanitárias para visitar o México, que também perdeu milhões de turistas.

PERDIDO NO CARIBE.

Joaquín acrescentou que o governo trabalha em três frentes. Além da proteção de vidas como prioridade, há ênfase na recuperação de empregos e na reativação de uma economia fundamental para a região.

"Mais de 94% dos passageiros chegam vacinados, com testes de PCR e bolhas sanitárias nos locais que estão visitando", disse o governador.

De acordo com o prefeito de Cozumel, Pedro Joaquín Delbouis, foram perdidos de quatro a cinco milhões de turistas no ano passado. Em 2019, Cozumel recebeu 4,5 milhões de turistas. E, apesar dos bons progressos no primeiro trimestre de 2020, os números despencaram.

A Secretaria de Turismo de Quintana Roo informou que o setor de cruzeiros registrou até US$ 400 milhões de prejuízo e a perda de 10 mil empregos na região. Ao todo, o estado perdeu cerca de 120 mil postos de trabalho relacionados ao turismo.

RECUPERAÇÃO DO TURISMO.

"A ilha de Cozumel é uma paragem obrigatória em qualquer destino do Caribe. É essencial continuar a trabalhar com fornecedores e recuperar os 10 mil empregos que foram perdidos", disse o vice-presidente da Royal Caribbean.

De acordo com dados da companhia, para cumprir os novos protocolos sanitários foram ampliadas as instalações e o equipamento médico, e estabelecidos vários protocolos para testes e medidas sanitárias.

Com o reinício das atividades, as autoridades locais esperam que em 2021 pouco mais de um milhão de passageiros de cruzeiros cheguem à ilha de Cozumel e quase 400 mil ao porto vizinho de Mahahual. EFE

lc/vnm

(foto)(vídeo)