Bolsas

Câmbio

Drones devem movimentar bilhões de dólares na agricultura nos próximos anos

Peça fundamental na agricultura de precisão ancorada na tecnologia da informação, os drones se tornarão cada vez mais mandatórios no campo pela capacidade de coletar dados com rapidez e exatidão e também encaminhá-los com velocidade para softwares que analisarão e transformarão as informações recolhidas em conhecimento para a melhor tomada de decisão.

A avaliação é do especialista em tecnologia de drones para a agropecuária, Northon Napoleão, da empresa Doctor Drones, que palestrou em evento nesta quarta-feira (14), em São Paulo (SP). Segundo Napoleão, a combinação de redução de custos, com equipamentos e mão de obra, somada aos ganhos de eficiência na execução das tarefas é o que vai justificar, na ponta do lápis, a adoção cada vez maior de drones ou vants (veículos aéreos não tripulados) no dia a dia das lavouras.

"A agricultura é o que certamente vai puxar o mercado de drones daqui em diante", assinala Napoleão em projeção que encontra respaldo em pesquisas que colocam o setor rural como um dos maiores segmentos compradores destes pequenos robôs voadores nos próximos anos.

É o que indica, por exemplo, estudo do Bank of America, realizado pela Merrill Lynch Global Research, o qual aponta que somente nos Estados Unidos o universo de drones para agropecuária vai gerar cerca de US$ 82 bilhões em atividade econômica até 2025.

De acordo com Napoleão, os drones podem ser usados para as mais variadas necessidades no campo. Com câmeras acopladas, sobrevoam as fazendas, fornecendo imagens que poderão ser utilizadas para monitoramento de pragas e doenças; contagem de mudas, pés e animais; análise de áreas para aplicação mais correta e certeira de defensivos e fertilizantes, diagnóstico de falta d'água ou de nutrientes no solo e/ou plantas, entre outras ações.

"Dependendo do equipamento e da necessidade, os drones podem também executar tarefas mais complexas como semeadura e aplicação de insumos em áreas que são de difícil acesso para as máquinas agrícolas tradicionais."

Para Napoleão, gradativamente os drones também se tornarão mais acessíveis para os pequenos produtores. Hoje, a tecnologia é relativamente cara, o que restringe sua aquisição a médios e grandes empresários do campo. Segundo Napoleão, neste desafio de promover maior acesso dos pequenos agricultores aos drones, o mercado de montagem será um aliado, porque conseguirá disponibilizar equipamentos mais baratos. "Com isso, o agricultor não vai precisar ter um drone de 'griffe' para obter um bom resultado. Um equipamento montado poderá atender suas necessidades."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos