Santa Catarina comemora vitória sobre SP para sediar fábrica da BMW

Renan Antunes de Oliveira

Do UOL, em Florianópolis

  • Reprodução

    Site oficial do governo de Santa catarina comemora construção de fábrica da BMW no Estado

    Site oficial do governo de Santa catarina comemora construção de fábrica da BMW no Estado

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, confirmou a construção de uma fábrica da BMW no município de Araquari (SC), após meses de incertezas. São Paulo também estava na disputa para receber a fábrica alemã.

"Vou para Brasília na segunda-feira (22), para uma reunião com a presidente Dilma Rousseff e a BMW, quando o anúncio oficial será feito", disse Colombo.

Apesar do anúncio oficial da montadora não ter ocorrido, o site do governo de Santa Catarina publicou uma reportagem comemorando a chegada da BMW. No texto, Colombo explica que o negócio foi fechado "após um ano de negociações". 

Políticos catarinenses também comemoram a vitória publicamente. O secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo Bornhausen, fez anúncio em uma TV local. A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, também já confirmou a informação em entrevistas.

O anúncio oficial da BMW deve ser feito na tarde desta segunda-feira (22), quando os representantes da montadora se reúnem com a presidente Dilma Rousseff, às 15h.

A montadora ainda não se posicionou oficialmente sobre a instalação da fábrica em Santa Catarina.

Investimento de R$ 1 bi para sedans médios

A nova fábrica da BMW será a primeira montadora de Santa Catarina. A BMW estima investir R$1 bilhão, e  o governo do Estado prevê a criação de até 6 mil empregos em cinco anos.

A BMW deve produzir sedans médios, e o prazo para a saída do primeiro carro é de dois anos. Entre os modelos que podem ser produzidos em Araquari (SC) estão: X1 Crossover, Sedan série 3 e Hatch série 1.

Localização

Com 25 mil habitantes, Araquari fica próxima de Joinville, a maior cidade de Santa Catarina. A cidade fica 195 km ao norte de Florianópolis e 100 km ao sul de Curitiba (PR).

O governador antecipou que vai assinar na quarta-feira (24) o decreto concedendo incentivos fiscais à montadora: técnicos do governo e da BMW estão finalizando os detalhes, em sigilo. O terreno escolhido em Araquari será pago com os impostos gerados pela fábrica.

Montadoras podem investir R$ 60 bi até 2015

A Anfavea, associação que representa a indústria automotiva no Brasil, disse no início do mês que espera investimentos entre R$ 50 bilhões e R$ 60 bilhões até 2015 devido ao novo regime automotivo. 

O governo anunciou novas regras para o setor automotivo. As montadoras instaladas no Brasil que reduzirem o consumo dos veículos em 11% serão beneficiadas com a redução de 30 pontos percentuais do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). Caso a redução chegue a 22%, o IPI será reduzido em mais 2 pontos percentuais.

Isso significa que os carros rodariam com 17,26 quilômetros por litro com gasolina ou 11,96 quilômetros por litro com etanol. Hoje a média de consumo é de 14 quilômetros por litro com gasolina e 9,7 quilômetros por litro com etanol. O novo regime automotivo ficará em vigor de 2013 a 2017.

O governo fez uma série de reuniões com as montadoras desde abril, quando anunciou uma nova política automotiva para os próximos cinco anos, para regulamentar as metas que devem ser atingidas pelas fabricantes.

(Com informações de agências)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos