IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Dilma defende Mantega após revista pedir demissão do ministro

7.dez.2012 - A presidente Dilma comanda a reunião da cúpula do Mercosul, em Brasília - Alan Marques/Folhapress
7.dez.2012 - A presidente Dilma comanda a reunião da cúpula do Mercosul, em Brasília Imagem: Alan Marques/Folhapress

Do UOL, em São Paulo*

07/12/2012 15h51Atualizada em 07/12/2012 22h00

A presidente Dilma Rousseff saiu em defesa do ministro da Fazenda, Guido Mantega, nesta sexta-feira (7), ao afirmar que "de maneira nenhuma" consideraria a sugestão de demiti-lo.

"Nunca vi nenhum jornal propor queda de um ministro", afirmou Dilma, referindo-se a artigo publicado pela revista britânica "The Economist" que sugere a demissão de Mantega.

A presidente afirmou ainda que a inflação está sob controle e que a economia do país irá melhorar. “Nós estamos crescendo a 0,6% neste semestre. Iremos crescer mais no próximo trimestre. Então, a resposta é que, de maneira alguma, eu levarei em consideração esta, digamos, sugestão. Não vou levar”.

Dilma também buscou mostrar que a economia brasileira está mais sólida do que a de outros países, argumentando que nenhum banco do porte do norte-americano Lehman Brothers quebrou no país.

Guido Mantega, evitou comentar o artigo. Já o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, rebateu as críticas da revista. Para ele, o Brasil está na direção correta de “forte crescimento, que pode ser comprovado pelos indicadores de investimento no país”.

A revista britânica 'The Economist' sugeriu a demissão do ministro Mantega, devido ao fraco desempenho do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

Veja a declaração da presidente Dilma sobre o caso

No 3º trimestre, a economia do país teve crescimento de 0,6% na comparação com o 2º semestre, enquanto a expectativa era de 1%.

*(Colaborou Camila Camparenut, do UOL, em Brasília)

Pão, carro e novela entram na conta do PIB; clique na imagem abaixo e entenda

  • Raphael Salimena/UOL

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia