IPCA
0.01 Jun.2019
Topo

Dia da Cachaça: produtores do Rio querem popularizar bebida entre turistas

Getty Images
Imagem: Getty Images

Aiana Freitas

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2015-09-13T06:00:00

2015-09-14T09:13:12

13/09/2015 06h00Atualizada em 14/09/2015 09h13

A Associação dos Produtores de Cachaça do Estado do Rio de Janeiro (Apacerj) vai lançar um programa para tentar tornar a cachaça mais conhecida entre os turistas. O lançamento marca a comemoração do Dia Nacional da Cachaça, celebrado neste domingo (13).

A ideia do programa é treinar funcionários de restaurantes e bares para que eles possam dar informações sobre a história e a produção da cachaça, indo além da oferta da caipirinha, que é mais conhecida por quem vem de fora.

"Não adianta as cachaças do Rio serem super premiadas se elas ainda não são apresentadas como bebidas nobres, com alto valor sensorial", diz a presidente da associação , Kátia Espírito Santo. A entidade representa pequenos e médios produtores de cachaça de alambique.

O programa "Embaixadas da Cachaça" será realizado entre outubro deste ano e setembro do ano que vem. A expectativa é atender os turistas que estarão na cidade para a Olimpíada de 2016.

O projeto será realizado em parceria com o Sindicato das Indústrias de Bebidas do Rio de Janeiro (Sindbebi-RJ), o Sebrae, a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), a Secretaria de Estado de Turismo e a TurisRio.

Mais de US$ 18,3 milhões em exportações

Outras medidas têm sido tomadas na tentativa de chamar a atenção dos estrangeiros para a cachaça e, consequentemente, aumentar as exportações do produto. 

Em 26 de maio, os governos do Brasil e do México assinaram uma declaração com as bases para o reconhecimento mútuo da cachaça e da tequila como produtos típicos de cada país.

Esse reconhecimento oficial já foi dado pelos Estados Unidos, em 2013, e pela Colômbia, em 2012, e o governo trabalha para que seja realizado também em países da União Europeia.

Em 2014, segundo dados do Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), a bebida foi exportada para 66 países, o que gerou uma receita de mais de US$ 18,3 milhões (10% maior do que em 2013). 

Os principais países compradores de cachaça são, atualmente, Alemanha, Estados Unidos, França, Portugal e Paraguai.

 

Mais Economia