PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Mídia e Marketing

Marcas usam redes sociais para repudiar invasão ao Congresso dos EUA

SAUL LOEB/AFP
Imagem: SAUL LOEB/AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/01/2021 18h25

A Coca-Cola e a Ben & Jerry's, marca de sorvetes da Unilever, usaram as redes sociais para comentar sobre a invasão ao Congresso norte-americano, após um discurso do presidente Donald Trump.

As duas publicaram posts no Twitter com notas de repúdio sobre os atos de violência que aconteceram na quarta (06).

A Ben & Jerry's, seguindo sua linha de iniciativas ousadas, chegou a pedir o impeachment de Trump.

"Vimos duas Américas ontem. Em um dos Estados Unidos, vimos uma participação recorde de eleitores impulsionada por eleitores negros, que resultou na eleição dos primeiros senadores negros e judeus do estado da Geórgia - nossa democracia no seu melhor. Na segunda América, vimos uma multidão predominantemente branca, encorajada pelo presidente, invadir violentamente a sede de nossa democracia na tentativa de derrubar uma eleição livre e justa. Foi um golpe fracassado -nossa democracia em perigo", publicou a marca, em 8 posts distintos.

"Renúncia, impeachment, Emenda 25 ? nem mais um dia":

A Coca-Cola, por sua vez, publicou uma imagem com um texto, onde classifica a invasão como "uma ofensa aos ideais da democracia americana" e um pedido de transferência pacífica de poder.

"Temos fé nas instituições democráticas da América para garantir uma transferência pacífica de poder e permitir que os EUA avancem juntos como uma nação".

A publicação da companhia de refrigerantes foi uma resposta ao comentário publicado pelo perfil do 'The Business Roundtable', grupo formado por líderes de empresas norte-americanas, que conta com a participação de Tim Cook, CEO da Apple e Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon:

Mídia e Marketing