PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Mídia e Marketing

Consórcio de imprensa, que inclui o UOL, promoverá debate presidencial

Debate será realizado em 14 de setembro com os quatro primeiros colocados nas pesquisas  - SOPA Images/LightRocket via Gett
Debate será realizado em 14 de setembro com os quatro primeiros colocados nas pesquisas Imagem: SOPA Images/LightRocket via Gett

Do UOL, em São Paulo

29/07/2022 10h00Atualizada em 01/08/2022 11h20

O consórcio de veículos de imprensa, que inclui UOL, Folha de S.Paulo, G1, O Estado de S. Paulo, O Globo e Valor, promoverá no dia 14 de setembro, em pool, um debate entre candidatos à Presidência da República. Juntos, os seis veículos são lidos mensalmente por 74 milhões de pessoas.

O debate tem o objetivo de assegurar que o eleitor brasileiro consiga ter conhecimento aprofundado sobre o que pensam e como se posicionam em relação aos temas centrais os candidatos favoritos a governar o país pelos próximos quatro anos.

O consórcio convidará para o debate os quatro primeiros colocados na última pesquisa Ipec ou Datafolha da semana que antecede a realização do evento. Em caso de empate nas intenções de voto (não será levada em conta a margem de erro), será convidado o candidato cuja aliança tenha mais parlamentares no Congresso. O debate ocorrerá desde que ao menos 3 dos 4 primeiros colocados confirmem presença e compareçam no dia.

Para permitir um diálogo aprofundado, que revele suas visões sobre o país e dê aos candidatos a oportunidade de responder a questões de interesse público, o modelo de debate permitirá tanto perguntas entre os candidatos quanto de jornalistas para candidatos. Com duração aproximada de duas horas, o encontro será transmitido ao vivo exclusivamente nas plataformas digitais dos veículos do consórcio.

A partir desta sexta-feira (29), todas as campanhas de candidatos e pré-candidatos à Presidência serão procuradas pelo consórcio para que tenham conhecimento dos detalhes do evento, que será realizado em São Paulo. Nos próximos dias, haverá uma reunião das campanhas com o consórcio. Em seguida, os candidatos terão uma semana para firmarem o compromisso de participar do debate.

O UOL também promoverá, junto com a Folha de S.Paulo, a Band e a TV Cultura, um outro debate com candidatos à Presidência no dia 28 de agosto.

A iniciativa é uma resposta às dificuldades encontradas para realizar todos os debates inicialmente programados para esta eleição deste ano. CNN Brasil e Band suspenderam nesta semana os encontros que haviam previsto, respectivamente, para os dias 6 e 14 de agosto diante da falta de confirmação dos dois candidatos mais bem colocados nas pesquisas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Mais conteúdo na cobertura eleitoral do UOL

O UOL reuniu neste ano diversas novidades na cobertura eleitoral. O agregador de pesquisas eleitorais, lançado em abril, consolida em gráficos todos os levantamentos feitos até o momento sobre a corrida presidencial de 2022.

A ferramenta conta com mais de 200 pesquisas de opinião sobre a intenção de voto, feitas por 20 empresas diferentes. Os pré-candidatos mais bem colocados nos levantamentos têm seus históricos comparados tanto em primeiro como em segundo turno. Além disso, há um histórico da avaliação do governo Bolsonaro e um acompanhamento sobre suas chances de reeleição.

Em março, o UOL estreou o videocast "O Radar das Eleições", com os colunistas Carla Araújo, Thaís Oyama e Kennedy Alencar. Com apresentação é de Fabíola Cidral, sempre às terças-feiras, às 10h, o programa traz bastidores, análises de candidatos, candidaturas e ponderações sobre as últimas pesquisas de intenção de voto.

Desde maio, o colunista Alberto Bombig também assina a newsletter semanal UOL nas Eleições, que traz informações exclusivas, análises e bastidores da disputa em 2022. .

Mídia e Marketing