IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

UOL lança podcast 'Brasil Para Maiores', sobre era do pornô de celebridades

Do UOL

08/03/2023 17h56

Alexandre Frota, Rita Cadillac, Gretchen e Marcia Imperator são alguns dos nomes que migraram da TV aberta diretamente para os filmes adultos nos anos 2000. Eles fizeram parte do movimento que inaugurou um gênero exclusivo do Brasil: o pornô de celebridades.

No podcast "Brasil para Maiores", que estreia nesta sexta-feira (10), os repórteres do UOL TAB Marie Declercq e Tiago Dias resgatam este capítulo caótico do entretenimento brasileiro que une a paixão pela sacanagem e o culto às celebridades. Nesta quinta, assinantes UOL têm acesso exclusivo ao primeiro episódio e a uma reportagem especial do UOL Prime.

O primeiro episódio conta como Frota, ex-galã e bad boy da TV, assinou um polêmico contrato com a Brasileirinhas, uma das principais produtoras de filmes adultos do país: "quando eu cheguei lá, sentei na cara dele e disse: 'pouco papo, eu quero fazer filme pornô'. Ele ficou olhando pra minha cara dizendo que eu não conseguiria fazer, que era muito difícil, que eu tinha vindo da Globo. Eu falei: 'irmão, esquece isso, eu quero fazer, você pagando o que eu quero, eu vou fazer'."

A decisão de entrar para a indústria pornô foi motivada pelas inúmeras dívidas que ele tinha acumulado. Frota fez uma romaria pelas principais produtoras adultas do país para ver quem dava mais pelo seu passe. Ele pedia nada menos que R$ 500 mil e um apartamento como pagamento.

A promessa de cachês nas alturas também motivou Marcia Imperator a entrar no mercado. A estrela do quadro "Teste de Fidelidade", da RedeTV!, criticou a hipocrisia do público da época: "É muito burro quem fala que a gente gravou porque gostava de transar na frente dos outros, porque é puta. Não, gente. Eu gravei por causa da grana e eu não me arrependo."

Você acompanha a história completa dessa fase surreal da cultura pop brasileira nos sete episódios de "Brasil para Maiores", lançados sempre às sextas-feiras. A série em áudio estará disponível no canal do UOL no YouTube e em todas as plataformas de áudio.