Bolsas

Câmbio

Índice de atividade de serviços nos EUA tem maior queda desde crise financeira, diz ISM

Por Dan Burns

6 Set (Reuters) - O setor de serviços dos Estados Unido expandiu em agosto mas a um ritmo mais lento do que em julho, sendo que a queda na comparação com o mês anterior foi a maior desde a crise financeira de 2008, de acordo com o relatório do Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) divulgado nesta terça-feira.

O ISM informou que seu índice do setor de serviços caiu para 51,4 de 55,5 no mês anterior. A leitura ficou abaixo da expectativa de 55,0 em pesquisa da Reuters junto a 60 economistas. Leitura acima de 50 indica expansão.

O índice de atividade empresarial caiu para 51,8, ante 59,3 no mês anterior, bem abaixo das expectativas de 58,8.

As quedas em ambos os índices de serviços e de atividade empresarial foram as maiores, em pontos, desde novembro de 2008, quando a crise financeira agitava a economia global.

O índice de emprego caiu para 50,7, ante 51,4 ​​no mês anterior. As novas encomendas caíram para 51,4, de 60,3. O índice de preços pagos recuou para 51,8, ante 51,9.

O setor industrial da economia norte-americana encolheu em agosto, de acordo com um relatório anterior do ISM.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos