ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Fundos de investimentos têm aval da Aneel para negociar aquisição de usina solar

02/10/2018 17h19

SÃO PAULO (Reuters) - Os fundos de investimentos em participações Prisma Hélios e Prisma Hélios II obtiveram autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para negociar a aquisição de um projeto de geração solar com 30 megawatts em capacidade que deverá demandar um investimento de cerca de 120 milhões de reais.

Em reunião nesta terça-feira, a diretoria da agência aprovou um plano de transferência do controle do ativo apresentado pela Origis Invest, que obteve contrato para a implementação do projeto solar em um leilão realizado pelo governo federal em 2015.

O empreendimento solar Sobrado I, previsto para ser construído na Bahia, deveria entrar em operação originalmente em novembro deste ano, mas os fundos de investimento apresentaram à Aneel uma estimativa de início da produção em 30 de junho de 2019.

Os fundos interessados na aquisição já controlam dois projetos solares, as usinas de Malta e Angico I, cada uma com 27,2 megawatts em capacidade.

"Consta informação de que o novo controlador tem disponibilidade para aporte dos recursos necessários à implantação da UFV Sobrado I e de que está buscando em paralelo e sem prejuízo do avanço de desembolsos próprios necessários, financiamento junto ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB)", apontou a Aneel em relatório sobre a transação.

Com a perspectiva de negociação do ativo, a agência reguladora decidiu suspender por 60 dias um processo aberto para punir a Origis Invest pelo atraso da usina solar.

O processo poderá ser retomado, no entanto, em caso de fracasso na negociação para transferência do controle.

(Por Luciano Costa)

Mais Economia