Banco da Inglaterra diz que juros estão "sob revisão" com previsão de inflação abaixo de 2%

Por Andy Bruce e David Milliken e Suban Abdulla

LONDRES (Reuters) - O Banco da Inglaterra manteve a taxa de juros nesta quinta-feira, depois que as autoridades se dividiram sobre o curso certo para a política monetária e o presidente Andrew Bailey disse querer mais evidências de que a inflação retornará permanentemente à meta.

Seis dos nove membros do Comitê de Política Monetária votaram a favor da manutenção dos juros em 5,25%, a maior taxa em 15 anos. Jonathan Haskel e Catherine Mann optaram por um aumento de 0,25 ponto percentual, enquanto Swati Dhingra votou por um corte do mesmo tamanho.

Essa foi a primeira vez desde agosto de 2008 - no início da crise financeira global - que diferentes autoridades votaram tanto para aumentar quanto para diminuir a taxa de juros na mesma reunião.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes