Bolsas

Câmbio

Direto da BolsaDireto da Redação

Cobertura de notícias sobre mercados, ações e investimentos no Brasil e no exterior

Taxa de juros deve ficar a um passo do menor nível histórico

O Banco Central deve iniciar a desaceleração do ritmo de cortes da taxa básica de juros na reunião do Copom da próxima semana, um ano após o começo do ciclo de alívio monetário, em outubro de 2016. A Selic deve recuar de 8,25% para 7,5%, no menor nível em mais de 4 anos, e se aproximar ainda mais da mínima histórica de 7,25%. (Com Bloomberg) Leia Mais

Bolsa sobe no dia, mas perde 0,78% na semana; Eletrobras salta 5,93%

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta sexta-feira (20) em alta de 0,14%, a 76.390,52 pontos. Na véspera, a Bolsa caiu 0,4%. Apesar de subir no dia, o índice encerra a semana com desvalorização acumulada de 0,78%, após dois avanços semanais. (Com Reuters) Leia Mais

Dólar fecha em alta pelo 2º dia, a R$ 3,19, maior valor em quase um mês

dólar comercial fechou esta sexta-feira (20) em alta de 0,44%, cotado a R$ 3,19 na venda. Esse é o maior valor de fechamento da moeda norte-americana em quase um mês (em 27 de setembro valia R$ 3,193) e o segundo avanço seguido. (Com Reuters) Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,19

O dólar comercial e a Bolsa operavam em alta nesta sexta-feira (20). Por volta das 16h20, a moeda norte-americana subia 0,44%, a R$ 3,19 na venda, enquanto o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,47%, a 76.645,42 pontos. Investidores especulavam sobre o nome que deverá assumir o comando do Federal Reserve, banco central norte-americano, o que pode influenciar a política de juros dos EUA. (Com Reuters)

Governo diz que reavalia concessão de aeroporto de Congonhas

O Ministério dos Transportes afirmou nesta sexta-feira (20) que o governo federal está reavaliando a concessão do aeroporto paulistano de Congonhas, afirmando que sem as receitas do terminal a estatal Infraero perde sustentabilidade financeira. (Com Reuters) Leia Mais

Temer admite reforma da Previdência limitada e não garante aprovação este ano

O presidente Michel Temer admitiu, em entrevista ao site "Poder 360", publicada nesta sexta-feira (20), que a reforma da Previdência poderá ficar restrita à idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens, à regra de transição e ao fim das diferenças entre o sistema público e privado. (Com Reuters) Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,19

O dólar comercial e a Bolsa operavam em alta nesta sexta-feira (20). Por volta das 15h05, a moeda norte-americana subia 0,32%, a R$ 3,186 na venda, enquanto o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,56%, a 76.713,98 pontos. Investidores especulavam sobre o nome que deverá assumir o comando do Federal Reserve, banco central norte-americano, o que pode influenciar a política de juros dos EUA. (Com Reuters)

Bolsas da Europa: Itália fecha em alta de 0,97%; Espanha sobe 0,25%

A Volvo e a Ericsson impulsionaram os mercados acionários europeus nesta sexta-feira (20) diante de resultados positivos, em uma sessão em que as ações de financeiras e de tecnologia também se destacaram. Veja as variações das Bolsas:

  • Itália: +0,97%
  • Espanha: +0,25%
  • França: +0,08%
  • Alemanha: +0,01%
  • Inglaterra: fechou estável
  • Portugal: -0,16% (Com Reuters) 
Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,19

O dólar comercial e a Bolsa operavam em alta nesta sexta-feira (20). Por volta das 14h15, a moeda norte-americana subia 0,35%, a R$ 3,187 na venda, enquanto o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,59%, a 76.734,31 pontos. Investidores especulavam sobre o nome que deverá assumir o comando do Federal Reserve, banco central norte-americano, o que pode influenciar a política de juros dos EUA. (Com Reuters)

Operadora do Burger King no Brasil pede registro para vender ações na Bolsa

A BK Brasil, operadora da rede de fast-food Burger King no país, apresentou nesta sexta-feira (20) pedido para negociar ações na Bolsa de Valores (IPO, na sigla em inglês) com distribuição primária e secundária, conforme prospecto preliminar enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários). (Com Reuters) Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,19

O dólar comercial e a Bolsa operavam em alta nesta sexta-feira (20). Por volta das 12h15, a moeda norte-americana subia 0,46%, a R$ 3,191 na venda, enquanto o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,52%, a 76.678,03 pontos. Investidores especulavam sobre o nome que deverá assumir o comando do Federal Reserve, banco central norte-americano, o que pode influenciar a política de juros dos EUA. (Com Reuters)

Senado dos EUA aprova medida para reforma tributária de Trump

Com uma votação de 51 a 49, o Senado norte-americano aprovou na quinta-feira (19) uma medida para o Orçamento que acrescentará até US$ 1,5 trilhão ao deficit federal ao longo da próxima década para pagar pelos cortes de impostos propostos. A medida faz parte da proposta de reforma tributária do presidente Donald Trump. (Com Reuters) Leia Mais

Governo quer limitar a 10% participação de investidor na Eletrobras

O modelo de privatização da Eletrobras em estudo no governo prevê limitar a participação que os acionistas privados poderão ter no bloco de controle da companhia a um máximo de 10%, disse nesta sexta-feira (20) o ministro interino de Minas e Energia, Paulo Pedrosa. (Com Reuters) Leia Mais

Dólar opera quase estável, vendido perto de R$ 3,18, e Bolsa sobe

O dólar comercial operava quase estável e a Bolsa subia nesta sexta-feira (20). Por volta das 11h15, a moeda norte-americana tinha leve alta de 0,08%, a R$ 3,178 na venda, enquanto o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,81%, a 76.902,8 pontos. Investidores especulavam sobre o nome que deverá assumir o comando do Federal Reserve, banco central norte-americano, o que pode influenciar a política de juros dos EUA. (Com Reuters)

Detentores de títulos da Oi pedem adiamento de assembleia

Vários grupos de detentores de títulos da operadora de telefonia pediram o adiamento de uma assembleia de credores prevista para segunda-feira (23), disseram nesta sexta-feira (20) representantes do Comitê Internacional de Detentores de Títulos. (Com Reuters) Leia Mais

Agência de classificação de risco Moody's rebaixa nota da JBS

A agência de classificação de risco Moody's rebaixou os ratings da JBS em um degrau para "B3", com perspectiva negativa, devido aos riscos relacionados aos processos judiciais envolvendo os acionistas e executivos da empresa. (Com Reuters) Leia Mais

Dólar opera quase estável, vendido perto de R$ 3,18, e Bolsa sobe

O dólar comercial operava quase estável e a Bolsa subia nesta sexta-feira (20). Por volta das 10h15, a moeda norte-americana tinha leve baixa de 0,03%, a R$ 3,175 na venda, enquanto o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,5%, a 76.664,69 pontos. Investidores especulavam sobre o nome que deverá assumir o comando do Federal Reserve, banco central norte-americano, o que pode influenciar a política de juros dos EUA. (Com Reuters)

Petrobras reduz preço do diesel e eleva o da gasolina nas refinarias

A Petrobras reduzirá os preços do diesel em 1,3% e elevará os gasolina em 0,4% nas refinarias a partir de sábado (21), informou a estatal nesta sexta-feira em comunicado em seu site. (Com Reuters) Leia Mais

Gás de cozinha pesa, e prévia da inflação acelera em outubro

Puxado principalmente pelos preços dos combustíveis, o IPCA-15, considerado uma prévia da inflação oficial (IPCA), ficou em 0,34% em outubro, após registrar alta de 0,11% em setembroLeia Mais

Dólar opera quase estável, vendido perto de R$ 3,18; acompanhe

O dólar comercial operava quase estável nesta sexta-feira (20), após subir 0,34% na véspera. Por volta das 9h30, a moeda norte-americana tinha leve alta de 0,08%, a R$ 3,178 na venda, acompanhando o movimento no mercado externo em meio às expectativas de que o Federal Reserve, banco central norte-americano, possa elevar a taxa de juros mais do que o esperado. Juros elevados nos Estados Unidos têm potencial para atrair à maior economia do mundo recursos hoje aplicados em outras praças financeiras, como a brasileira. (Com Reuters)

Bolsa da China fecha em alta; Japão termina quase estável

A maioria das Bolsas asiáticas fechou em alta nesta sexta-feira (20). Veja as variações dos mercados:

  • Hong Kong: +1,17%
  • Coreia do Sul: +0,67%
  • China: +0,28%
  • Austrália: +0,18%
  • Cingapura: +0,17%
  • Japão: +0,04%
  • Taiwan: -0,29% (Com Reuters) 
Leia Mais

UOL Cursos Online

Todos os cursos