PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Carla Araújo

Aos 99, ex-combatente da 2ª Guerra Mundial recebe alta após ter covid-19

Ex-combatente de 99 anos recebe alta após oito dias internado com coronavírus - Ministério da Defesa/Divulgação
Ex-combatente de 99 anos recebe alta após oito dias internado com coronavírus Imagem: Ministério da Defesa/Divulgação
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

14/04/2020 12h28Atualizada em 14/04/2020 16h43

Aos 99 anos, o ex-combatente do Exército durante a 2ª Guerra Mundial Ermando Armelino Piveta recebeu alta hoje à tarde após ficar oito dias internado por conta da covid-19 no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília.

A alta foi divulgada pela assessoria do Ministério da Defesa e celebrada entre os militares.

À coluna o diretor do HFA, general Rui Yutaka Matsuda, afirmou que o momento é de "enorme orgulho da instituição.

Reprodução de foto do ex-combatente do Exército na 2ª Guerra Mundial Ermando Armelino Piveta, hoje com 99 anos - Reprodução - Reprodução
Reprodução de foto do ex-combatente do Exército na 2ª Guerra Mundial Ermando Armelino Piveta, hoje com 99 anos
Imagem: Reprodução

Segundo Matsuda, atualmente o HFA tem 12 pacientes internados com coronavírus, sendo que apenas cinco deles estão na UTI. "Até agora nenhum óbito e ninguém do corpo de saúde infectado internamente", destacou.

Sem entrar em polêmicas sobre a continuidade ou não da quarentena, o general disse ainda que o momento é de muita incerteza e é difícil prever o cenário futuro.

Histórico

Além de ser considerado a vítima da doença mais velha a se recuperar, os militares exaltam que a saída do ex-combatente do hospital acontece no mesmo dia em que se comemoram 75 anos da "Tomada de Montese", exitosa campanha das tropas brasileiras na Itália, durante a 2ª Guerra Mundial.