PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Coluna

Carla Araújo


Ibaneis vai enviar ofício a Bolsonaro para que ele evite novas aglomerações

24.mai.2020 - Jair Bolsonaro (sem partido) segurando criança no colo durante ato em Brasília - Reprodução / Facebook
24.mai.2020 - Jair Bolsonaro (sem partido) segurando criança no colo durante ato em Brasília Imagem: Reprodução / Facebook
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

25/05/2020 10h43

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), já mandou preparar um ofício para ser encaminhado ao presidente Jair Bolsonaro para que ele evite novas aglomerações e descumpra assim o decreto que está em vigor na capital federal por conta da pandemia de coronavírus.

"Tenho trabalhado para conscientizar as pessoas. Vou recomendar a ele que evite esse tipo de atitude. Incentiva as pessoas mais humildes, que em sua maioria são seus apoiadores, a desobedecer nosso decreto", disse o governador à coluna.

Durante o fim de semana, o presidente - como tem feito com frequência - saiu do Palácio da Alvorada, participou de manifestação, pegou crianças no colo, retirou a máscara por diversas vezes. No sábado, o presidente comeu um cachorro-quente em uma barraca de rua, o que também é vedado pelo decreto.

Apesar do ofício, Ibaneis disse que não pretende aplicar multa ao presidente.

Decreto publicado no dia 23 de abril, estabeleceu a obrigatoriedade da máscara em todas as vias e espaços públicos, estabelecimentos comerciais. A determinação prevê uma multa de R$ 2 mil para quem for pego sem a máscara em público.

Carla Araújo