PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Carla Araújo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

MDB do Rio Grande do Sul faz reunião com Leite, mas mantém pré-candidatura

O deputado estadual Gabriel Souza (MDB), que é pré-candidato ao governo do RS - reprodução/arquivo pessoal
O deputado estadual Gabriel Souza (MDB), que é pré-candidato ao governo do RS Imagem: reprodução/arquivo pessoal
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

08/06/2022 12h03Atualizada em 08/06/2022 14h47

O presidente do MDB do Rio Grande do Sul, Fábio Branco, teve uma reunião na última terça-feira (7) com o ex-governador Eduardo Leite (PSDB), para tratar da aliança dos partidos no estado, mas reiterou a disposição do diretório estadual em manter a pré-candidatura do deputado estadual Gabriel Souza ao governo do estado.

O encontro contou com a presença do ex-governador Germano Rigotto (MDB), que é o coordenador do programa de governo da senadora Simone Tebet (MDB) à Presidência. Souza não esteve na reunião.

Tebet e o presidente nacional do MDB, deputado Baleia Rossi, tentam convencer Souza a abrir mão da candidatura para selar a aliança nacional com os tucanos. A base local do MDB, no entanto, resiste a essa ideia e tem usado o argumento que desde a redemocratização o MDB teve candidato próprio no Sul, conforme mostrou O Radar das Eleições.

Em nota, o MDB gaúcho afirmou que a reunião com Leite aconteceu a pedido de Tebet e Baleia, mas reafirmou que não houve acordo.
"Nesta conversa, o partido reiterou posição já definida pelo Diretório Estadual, em março deste ano, de que o MDB do RS possui candidatura própria ao Governo do Estado, através do deputado Gabriel Souza", diz o texto assinado por Fábio Branco.

"O MDB do Rio Grande do Sul segue dialogando com aqueles que desejam construir uma aliança para dar continuidade ao projeto de desenvolvimento do Estado, mas mantém a pré-candidatura de Gabriel Souza ao Piratini", completou.

O PSDB aguarda uma sinalização do MDB no Sul para anunciar ou não o apoio para a candidatura do Tebet. A promessa do PSDB é fazer anúncio amanhã (9). A ideia é que os emedebistas indiquem o vice numa chapa encabeçada por um tucano para concorrer ao governo, preferencialmente Eduardo Leite.

No âmbito nacional, se o acordo for selado, caberá aos tucanos a indicação de um vice para a chapa de Tebet. O nome mais cotado é do Senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).