Bolsas

Câmbio

8 dicas para melhorar seu perfil no LinkedIn e aumentar chances de emprego

Thâmara Kaoru

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

O LinkedIn, rede social voltada para a área profissional, pode facilitar a vida de quem está em busca de um emprego ou de uma nova oportunidade de trabalho.

Mas não basta informar a escolaridade, as empresas onde trabalhou e se cadastrar para uma vaga. Para ter resultados, o candidato precisa aproveitar melhor os recursos oferecidos pela plataforma e manter suas informações atualizadas.

Confira as dicas da gerente de comunicação do LinkedIn, Fernanda Brunsizian.

1) Use palavras-chave

O perfil no LinkedIn é diferente de um currículo enviado para as empresas. "No currículo, você já sabe quem vai receber. No perfil do LinkedIn, você precisa ser achado. O truque para ser encontrado é trabalhar com palavras-chave e pensar em como o recrutador procuraria você", diz Brunsizian.

O sistema buscará a palavra-chave ao longo de todo o perfil do candidato. Portanto, na descrição das atividades de cada trabalho, a dica é usar termos diferentes para definir o que faz. "Quanto mais palavras-chave em comum com o que o recrutador está buscando, melhor."

Um profissional de TI pode usar em seu perfil os termos "desenvolvedor de software", "desenvolvedor web", "programador" e "analista de sistemas", por exemplo.

2) Coloque uma foto

A foto faz a diferença no LinkedIn. Segundo Brunsizian, um perfil com foto é 21 vezes mais visto do que um sem foto. Mas não é para colocar qualquer imagem. "É preciso estar sozinho e vestido como quem vai ao trabalho."

Fotos recortadas também não são bem-vindas. "Dá a ideia de descuido. Todo detalhe faz a diferença e mostra o quanto o candidato se dedicou em fazer aquele perfil."

3) Personalize endereço eletrônico de seu perfil

Quando o candidato se cadastra no LinkedIn, um endereço eletrônico é criado, porém, com números e letras. O profissional pode e deve alterar esse endereço eletrônico para facilitar ser encontrado. A dica é usar o nome e o sobrenome. Para fazer essa atualização, é preciso:

  • Clicar no ícone "Eu", na parte superior da página inicial do LinkedIn
  • Escolher "Visualizar perfil" e, depois, "Editar seu perfil público", ao lado direito da tela
  • Fazer a mudança em "Editar a URL do seu perfil público". Exemplo: www.linkedin.com/in/seunome
  • Salvar as alterações

4) Faça um perfil em outro idioma

Se o profissional fala mais de uma língua, o ideal é ter um perfil no outro idioma também, pois pode acontecer de algum recrutador procurar o candidato com palavras-chave em inglês, por exemplo. "Para isso, é só mudar o idioma de navegação que o LinkedIn espelha o perfil do candidato. Depois, é só traduzir o que contém texto."

Para a mudança do idioma, é preciso:

  • Clicar no ícone "Eu", na parte superior da página inicial do LinkedIn
  • Selecionar "Idioma" e, depois, escolher a língua em que você deseja ter o perfil

5) Opte por informações mais precisas

Alguns candidatos reclamam que não conseguem vagas com o seu perfil. Se as informações forem genéricas, Brunsizian afirma que pode haver essa dificuldade. "A dica é informar tudo o que faz diferença para sua vida profissional." Se achar relevante, ele pode incluir trabalhos voluntários e cursos, por exemplo.

6) Selecione quem você vai adicionar

Você pode não conhecer pessoalmente um profissional, mas se ele faz parte da sua área de atuação, pode ser interessante adicioná-lo. A gerente afirma que também não há problema em incluir na lista pessoas conhecidas, mas que trabalham em setores diferentes.

"Agora, se alguém te adiciona, não é da sua área de interesse, você não conhece pessoalmente e ela não mandou mensagem se apresentado, a recomendação é não aceitar por segurança e privacidade."

7) Aposte em artigos e publicações

Publicar artigos de assuntos que domina e compartilhar conteúdos que foram postados na rede profissional servem para aumentar os contatos e para que as empresas interessadas no profissional o conheçam melhor.

8) Mantenha o perfil vivo

O recrutador pode visualizar o perfil do candidato e perceber que ele está desatualizado. Isso pode passar a impressão de que ele não cuida da vida profissional. A dica é sempre atualizar os dados, tipos de trabalho e competências, além de olhar o que os seus contatos estão postando e compartilhando na rede.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos