IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Auxílio Brasil Jovem: o que é, quem tem direito e como receber

Auxílio Brasil Jovem: tire dúvidas sobre o programa - Kevin David/Estadão Conteúdo
Auxílio Brasil Jovem: tire dúvidas sobre o programa Imagem: Kevin David/Estadão Conteúdo

Diego Albuquerque

Colaboração para o UOL

18/11/2022 19h24

As famílias de baixa renda que recebem o Auxílio Brasil podem ter novos beneficiários no programa social. Crianças e adolescentes registrados como dependentes no CadÚnico (Cadastro Único) do Governo Federal têm direito a receber o benefício do Auxílio Brasil Jovem, voltado para quem tem bom desempenho na escola, no esporte e outras áreas.

O principal objetivo do Auxílio Brasil Jovem é incentivar as atividades esportivas e científicas dos estudantes. O dinheiro é transferido para a conta bancária do adulto que tem direto ao Auxílio Brasil e é responsável por aquele menor de idade.

Não é necessário fazer uma inscrição prévia. Caso o filho ou filha do beneficiário seja premiado nas competições esportivas e educacionais, automaticamente o responsável irá receber o dinheiro. Caso isso não aconteça, a família deve procurar a prefeitura local para solicitar o valor.

É possível atualizar os dados do CadÚnico pelo aplicativo Cadastro Único, disponível para Android na Google Play ou para iPhone na App Store. Também é possível ir até o CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) mais próximo, com os documentos dos familiares que moram na mesma casa.

Confira abaixo as categorias do Auxílio Brasil Jovem.

Auxílio Brasil Jovem: veja quem tem direito

Auxílio Esporte Escolar

Essa categoria engloba estudantes de 12 a 17 anos que façam parte de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil e sejam destaques nos jogos escolares brasileiros.

O jovem recebe 12 parcelas mensais de R$ 100 e uma parcela única no valor de R$ 1.000 por família.

Bolsa de Iniciação Científica Jr.

Nesta categoria são contemplados os jovens que se destacam em competições acadêmicas e científicas nacionais.

O estudante também recebe 12 parcelas de R$ 100 a cada mês e uma parcela única de R$ 1.000 por família.

Auxílio Criança Cidadã

Esse auxílio é pago para garantir que as crianças tenham acesso à creche que oferece educação infantil em tempo integral ou parcial.

Essa categoria é paga diretamente para a instituição educacional. São R$ 200 por mês para crianças em turno parcial ou R$ 300 ao mês em turno integral.

Para ter direito, as famílias beneficiárias do Auxílio Brasil devem comprovar que não há creches públicas ou privadas conveniadas na região em que moram. A criança deve frequentar ao menos 60% dos dias de creche no mês.

Auxílio Inclusão Produtiva Rural

Esta categoria de benefício é paga para famílias que possuem agricultores familiares em sua composição.

Não é permitido o pagamento de mais de um auxílio por pessoa e por família. Cada grupo familiar pode receber R$ 200 mensais.

Auxílio Inclusão Produtiva Urbana

Neste benefício, as famílias que comprovarem vínculo de emprego com carteira assinada recebem R$ 200 mensais.

Os valores são limitados a um beneficiário por família.