Só para assinantesAssine UOL

Após máxima histórica, Ibovespa abre em queda em último pregão do ano

Após renovar máxima histórica pela quarta vez seguida, o Ibovespa, principal índice de ações brasileiras, abriu a sessão em queda de 0.23% nesta quinta-feira (28), aos 133.881 pontos. Hoje, o foco do investidor são as divulgações do IPCA-15 e IGP-M, além da espera de anúncios do governo que visam compensar a perda fiscal pela desoneração da folha de pagamentos. 

Dentre as maiores altas, por volta das 10h08, ações da MRV (MRV3) lideram com índice, subindo 2,90%. Enquanto no campo negativo, Magazine Luiza (MGLU3) recuava 1,78%.

A Petrobras (PETR4) inicia sessão com as ações preferenciais em queda de 0,62%, cotadas a R$ 37,13. Movimento similar ocorreu com as ações ordinárias da Petrobras (PETR3) que tem queda de 0,59%, a R$ 38,91.

No sentido oposto, a Vale (VALE3) tem queda de 0,36%, cotada a R$ 77,12. Nesta manhã, o minério de ferro no mercado futuro da Dalian Commodity Exchange fechou em queda de 1,33%, cotado a US$ 135,26. Enquanto, o minério de ferro negociado na Bolsa de Cingapura, para entrega em janeiro de 2024, recuou 1,80% para US$ 138,70.

No mercado externo, o índice dólar (DXY) cai pelo quinto dia seguido, com a expectativa do mercado sobre a queda de juros do Federal Reserve no próximo ano. Os investidores estão atentos com novos dados econômicos dos EUA, como vendas de casas e os pedidos de auxílio-desemprego. Os futuros de Nova York oscilam hoje.

As bolsas asiáticas fecharam em alta, enquanto os índices futuros e bolsas da Europa estão com desempenho misto. Às 9h30 (de Brasília), a Bolsa de Londres tinha baixa marginal de 0,15%, a de Paris caía 0,36% e a de Frankfurt recuava 0,20%. 

Por aqui, foram divulgados os novos dados do IGP-M, o índice avançou 0,74% em dezembro e 0,59% em novembro. Nos últimos doze meses, o índice acumulou queda de 3,18%, a menor taxa da série histórica, segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Por sua vez, o IPCA-15 acelerou para 0,40% em dezembro, com resultado acima do esperado no consenso do mercado, que previa avanço de 0,27%, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Agenda do Dia

  • 10h00:  Governo Federal deve anunciar alternativas à desoneração da folha
  • 10h30: EUA: Dados de auxílio-desemprego 
  • 12h00:  EUA: Vendas pendentes de imóveis em novembro
  • 13h00: EUA: Estoques de petróleo do DoE
  • 14h00: Emprego do Caged de novembro
  • 14h30: BC: Fluxo cambial semanal
Continua após a publicidade

Último fechamento do Ibovespa

Ontem, o Ibovespa superou o próprio recorde novamente, pela quarta sessão consecutiva, dando continuidade ao rali da semana e subindo 0,49%, aos 134.193,72 pontos. 

Este material foi elaborado exclusivamente pelo Suno Notícias (sem nenhuma participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo nenhum tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco. Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora