Bolsas

Câmbio

Bitcoin afunda após investigações de autoridades chinesas

Pequim, 12 Jan 2017 (AFP) - A cotação do bitcoin afundou 15% na quarta-feira depois que o Banco Central da China anunciou que investigará as plataformas de intercâmbio da moeda virtual.

O Banco Central Chinês (PBOC) anunciou na quarta-feira que enviará equipes de agentes a várias das principais plataformas de intercâmbio em Pequim e Xangai.

A maioria dos intercâmbios do bitcoin são originados na China e no início do mês os preços subiram acima de 1.100 dólares por cada bitcoin depois que o iuane chegou a mínimos em oito anos.

Na quarta-feira após o anúncio, a moeda virtual registrou uma queda de cerca de 15% no painel do Bitcoin Price Index (BPI), um índice que registra as principais negociações da moeda, a 752,11 dólares.

Nesta quinta-feira, os preços registravam uma leve recuperação, sendo negociados a 768,76 dólares, muito abaixo dos máximos da semana passada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Assine e receba em seu e-mail em dois boletins diários, as principais notícias do dia

UOL Cursos Online

Todos os cursos