Bolsas

Câmbio

Maconha deixa Wall Street ligada

Nova York, 1 Mar 2018 (AFP) - Wall Street acolheu esta semana com entusiasmo a chegada ao Nasdaq da primeira empresa exclusivamente especializada em maconha, a canadense Cronos, que experimentou uma alta de 20% em seus papéis.

As ações da Cronos, que cultiva e distribui maconha para uso terapêutico ou recreativo em quatro continentes, já eram negociadas na Bolsa de Toronto, e sob forma de ADRs (American Depositary Receipts) em Nova York.

Mas na terça-feira a Cronos foi autorizada a colocar sua ação no Nasdaq, a Bolsa eletrônica que se destaca na Times Square, em Nova York, ao lado de Apple e Amazon, entre outras.

Isto significa que a empresa agora atende a todas as exigências da Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos, a famosa SEC.

Esta evolução foi qualificada pelo presidente executivo da Cronos, Mike Gorenstein, como uma "etapa maior para a empresa".

Cronos perdeu cerca de 2% em sua estreia no Nasdaq, mas nesta quarta subiu 20,34%.

Nos Estados Unidos, a maconha ainda é proibida em nível federal, mas vários estados autorizam sua comercialização.

jum/lr

CONSTELLATION BRANDS

Aurora Cannabis

Canopy Growth

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos