IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Riad mostra danos do ataque a campo petrolífero de Khurais

20/09/2019 09h20

Jurais, Arabie saoudite, 20 Set 2019 (AFP) - O campo de petróleo de Khurais, a leste da Arábia Saudita, sofreu quatro ataques em 14 de setembro e ficou em chamas por cinco horas, disse a gigante petrolífera saudita Aramco nesta sexta-feira.

Um grupo de jornalistas conseguiu ver com seus próprios olhos os danos causados e os guindastes distribuídos no meio dos resíduos calcinados após esses ataques reivindicados pelos rebeldes huthis, mas que Riad e Washington atribuíram ao Irã.

No Khurais, os técnicos ainda estão avaliando os danos causados a um "estabilizador", uma torre de metal que serve para remover gás e hidrogênio do petróleo.

Na época do ataque, que reduziu pela metade a produção de petróleo de Riad e causou um aumento nos preços, "havia entre 200 e 300 pessoas nas instalações", disse Fahad Abdelkarim, um dos diretores da Aramco.

"Houve quatro explosões e vários incêndios. Ninguém ficou ferido", explicou.

Segundo as autoridades sauditas, cerca de 18 drones e sete mísseis foram usados nos ataques.

Apesar dos danos, a Aramco está otimista com a retomada total da produção até o final de setembro.

"Menos de 24 horas após o ataque, 30% da usina estava operacional", afirmou.

"Vamos voltar e ser mais fortes", prometeu.

ac/gw/mh/all/bl/cn

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia