PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Biden revela plano climático ambicioso para os EUA em oposição a Trump

14/07/2020 19h25

Wilmington, Estados Unidos, 14 Jul 2020 (AFP) - O candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, revelou nesta terça-feira um plano climático ambicioso para reformar o setor energético.

A proposta de transição para a energia limpa foi anunciada durante um discurso em Wilmington, no momento em que Biden tenta se destacar de seu rival nas eleições de novembro, o presidente americano, Donald Trump.

Para o ex-vice-presidente americano, a luta contra as mudanças climáticas será um fator de geração de empregos durante seu mandato. "Transformar o setor elétrico americano para produzir energia sem emissões de carbono será o maior estímulo para a criação de empregos e competitividade econômica do século XXI", apostou. Para isso, prometeu que é possível conseguir um setor elétrico livre de emissões de carbono até 2035.

O plano inclui metas mais ambiciosas do que as reveladas no começo de sua campanha, depois que Biden adotou ideias de candidatos mais à esquerda, como o senador Bernie Sanders, numa tentativa de ampliar sua base eleitoral.

Segundo o jornal "The Washington Post", Biden prometeu um investimento de 2 trilhões de dólares em quatro anos para honrar seu plano, o que representa um aumento significativo em relação ao gasto de 1,7 trilhão de dólares em 10 anos prometido no início de sua campanha.

Biden garantiu, ainda, que o país voltará para o Acordo de Paris, do qual Trump se retirou em 2017. "Sei que cumprir estes desafios será uma dessas oportunidades que aparecem uma única vez para dar nova vida à nossa economia", indicou. Além disso, o candidato democrata prometeu reverter cerca de 100 medidas de desregulamentação impulsionadas por Trump.

Segundo pesquisas, Biden supera Trump na percepção dos eleitores na maioria dos temas, mas eles ainda consideram o atual presidente um melhor gestor da economia.

mlm-an/lda/lb