PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Pandemia pode jogar 100 milhões de pessoas na extrema pobreza, diz BM

Presidente do Banco Mundial, David Malpas, alertou sobre quantidade de pessoas na pobreza extrema - Getty Images
Presidente do Banco Mundial, David Malpas, alertou sobre quantidade de pessoas na pobreza extrema Imagem: Getty Images

20/08/2020 17h47

A pandemia do novo coronavírus pode jogar na extrema pobreza 100 milhões de pessoas, advertiu hoje (20) o presidente do Banco Mundial, David Malpass.

A instituição para o desenvolvimento, com sede em Washington, havia estimado antes que 60 milhões de pessoas cairiam na pobreza extrema, mas o novo cálculo situa a deterioração entre 70 e 100 milhões, e "este número poderia aumentar" se a pandemia piorar ou se prolongar, o que é possível, disse Malpass.

A situação torna "imperativo" que os credores reduzam o montante da dívida dos países pobres em risco para além do compromisso de suspender o pagamento da dívida, disse Malpass em entrevista à AFP.

Ainda assim, mais países serão obrigados a reestruturar suas dívidas. "As vulnerabilidades da dívida são altas e o imperativo de enxergar luz no fim do túnel para que novos investidores possam entrar é substancial", acrescentou Malpass.