PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Hong Kong investiga companhia aérea Cathay Pacific após surto de covid-19

Cathay Pacific Airways - Divulgação é de Hong Kong
Cathay Pacific Airways Imagem: Divulgação é de Hong Kong

Da AFP

11/01/2022 08h19Atualizada em 11/01/2022 08h19

Hong Kong está investigando e ameaça adotar ações legais contra a companhia aérea local Cathay Pacific, após o surgimento de alguns casos de covid-19 na cidade, ligados a seus funcionários — anunciou a chefe do Executivo local, Carrie Lam, nesta terça-feira (11).

Este centro de negócios internacional, que impõe rígidas quarentenas aos passageiros procedentes do exterior, registrou o aparecimento de um foco de contágio local relacionado com dois funcionários da Cathay Pacific. Ambos teriam violado as regras de isolamento domiciliar.

As autoridades investigam "se esta companhia aérea respeitou as normas" em vigor, disse Lam, em entrevista coletiva nesta terça.

"Nós nos comprometemos a entrar com uma ação na Justiça logo que tivermos reunido todas as provas referentes ao erro cometido", declarou ela.

Este surto significou a entrada da variante ômicron na cidade e implicou o anúncio de várias medidas restritivas, desde a última sexta-feira (7). Entre elas, estão o limite de horário de funcionamento imposto a restaurantes e o fechamento de academias, piscinas, bares e museus.

PUBLICIDADE