IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

Tonelada do níquel bate recorde e supera US$ 100 mil com guerra na Ucrânia

Os preços de todos os metais estão em alta, mas o do níquel, do qual a Rússia é grande produtor, está particularmente elevado - Yusuf Ahmad/Reuters
Os preços de todos os metais estão em alta, mas o do níquel, do qual a Rússia é grande produtor, está particularmente elevado Imagem: Yusuf Ahmad/Reuters

Em Londres

08/03/2022 06h04

O preço do níquel prosseguiu hoje em forte alta e bateu um recorde, consequência do conflito na Ucrânia e do temor de uma escassez caso a Rússia não possa exportar sua produção.

O metal, usado para produzir aço inoxidável e baterias para carros elétricos, chegou a ser negociado US$ 101.365 por tonelada às 6h GMT (3h de Brasília). Uma hora depois, a cotação caiu a US$ 82.195.

O impacto econômico da guerra na Ucrânia desestabiliza as Bolsas e provoca a disparada dos preços das commodities.

Os preços de todos os metais estão em alta, mas o do níquel, do qual a Rússia é grande produtor, está particularmente elevado.

"A Rússia é o terceiro produtor mundial de níquel e o primeiro de produtos de níquel primário, como o níquel refinado necessário para baterias de veículos elétricos", explica Benjamin Louvet, analista da OFI AM.

Por enquanto, os principais produtores de metais do país foram poupados das sanções, mas muitas empresas do setor são comandadas por oligarcas próximos a Vladimir Putin", acrescentou.