Petróleo cai diante das dúvidas sobre demanda nos EUA

Os preços do petróleo caíram, nesta quinta-feira (4), minados pelo aumento dos estoques de gasóleo e gasolina dos Estados Unidos, que trouxe questionamentos ao mercado sobre a demanda nesse país.

O barril Brent do Mar do Norte para entrega em março, negociado na Europa, caiu 0,84%, a 77,59 dólares. Por sua vez, o West Texas Intermediate (WTI), de referência nos Estados Unidos e para entrega em fevereiro, caiu 0,70%, para 72,19 dólares.

A cotação do petróleo passou boa parte da sessão no azul, ainda impulsionada pelo fechamento de vários campos na Líbia e os ataques a navios no Mar Vermelho.

Mas a tendência se inverteu após a publicação do relatório semanal da Agência de Informação de Energia americana, que mostrou um aumento das reservas de gasolina de 10,9 milhões de barris em uma semana.

Os estoques de combustíveis automotivos não eram tão elevados nestes dias há cinco anos.

Além disso, os volumes de produtos refinados entregues ao mercado americano, o que é considerado um indicador da demanda interna, despencaram 11% durante a semana concluída em 29 de dezembro.

"A queda dos estoques de petróleo [-5,5 milhões de barris]", que superou as expectativas (3 milhões), "e a aceleração da atividade das refinarias [93,5% de capacidade utilizada] viram-se mais do que compensadas por este aumento maciço dos produtos refinados", comentou Matt Smith, da Kpler.

tu/nth/gm/mar/rpr/mvv

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes