Wall Street fecha com resultados mistos no início da temporada de resultados nos EUA

A bolsa de valores de Nova York terminou o pregão desta sexta-feira (12) com resultados mistos e próximo da estabilidade, à espera de uma melhor avaliação da tendência de resultados de empresas e suas projeções para o ano.

O índice Dow Jones caiu 0,31%, para 37.592,98 pontos, enquanto o Nasdaq e o S&P 500 fecharam praticamente estáveis, em leve alta de 0,02% e 0,08%, respectivamente. No somatório da semana, o S&P 500, o mais representativo do mercado, subiu 0,88%.

Os preços de atacado ligeiramente mais baixos em dezembro nos Estados Unidos animaram os operadores pela manhã. Mas foi um entusiasmo que durou pouco.

Na frente geopolítica, o conflito entre Israel e Hamas se deslocou para o Iêmen, onde Estados Unidos e Reino Unido bombardearam posições dos rebeldes huthis, que têm realizado ataques a navios mercantes no Mar Vermelho alegando solidariedade aos palestinos em Gaza.

Agora, o mercado espera mais resultados de empresas para confirmar sua tendência de alta dos últimos dias.

Esta sexta foi a vez dos bancos, que publicaram resultados díspares para o último trimestre de 2024, mas que apresentaram notícias alentadoras do lado dos consumidores.

JPMorgan Chase, Bank of America e Wells Fargo, que abriram a temporada de resultados de empresas nos Estados Unidos, registraram lucros líquidos superiores ao esperado no último trimestre do ano passado.

Mas, todos decepcionaram o mercado em termos de faturamento, com o Bank of America (BofA) e o Citigroup inclusive revisando sua receita em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior.

Além disso, o Citigroup informou sobre sua intenção de suprimir 20.000 postos de trabalho a médio prazo. Suas ações fecharam em alta de 1,04%.Por sua vez, Bank of America e JPMorgan Chase caíram 1,06% e 0,73%, respectivamente.

Continua após a publicidade

A companhia aérea Delta Airlines despencou 8,97%, apesar de resultados trimestrais melhores que o esperado. Os investidores se decepcionaram com sua projeção de lucro por ação para 2024.

Outras companhias aéreas também perderam bastante terreno, com os investidores avaliando a evolução da demanda nos próximos meses e o impacto de um aumento do petróleo. A United Airlines caiu 10,63% e a American Airlines, 9,46%.

vmt/mr/gm/rpr

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes