Bolsas

Câmbio

BlackRock recomenda cuidado a investidor de mercados emergentes

Natasha Doff e Lyubov Pronina

(Bloomberg) -- O gestor de recursos da BlackRock que em julho pediu aos investidores que participassem de uma "grande migração" para a dívida de mercados emergentes agora tem um novo conselho: sejam seletivos.

O período de "compras indiscriminadas" que levou fluxos de entrada recordes para os títulos de países em desenvolvimento está chegando ao fim, disse Sergio Trigo Paz, chefe de dívida de mercados emergentes da BlackRock, em entrevista à Bloomberg TV na segunda-feira. Agora, os investidores precisam ter cautela ou podem ser pegos em uma onda de vendas caso o sentimento mude repentinamente.

"É preciso se concentrar na seleção porque seja o que for que você comprar, se a maré de liquidez virar e essa grande migração se inverter, é preciso ter certeza do que possui", disse Trigo Paz, que ajuda a administrar dívida de mercados emergentes em Londres. "O rali está lá, a época de bonança é grande, mas preste atenção ao que você compra".

Fundos de renda fixa de mercados emergentes atraíram o recorde de US$ 21,6 bilhões em fluxos nas últimas nove semanas porque os investidores estão tirando proveito de rendimentos nove vezes maiores do que os do mundo desenvolvido. A busca por rendimentos já provocou algumas vítimas quando eclosões de risco político na Turquia, na África do Sul e na Ucrânia provocaram quedas fortes e repentinas dos títulos dos países.

Os papéis de mercados emergentes em dólares deram aos investidores retornos de 1,6 por cento em média desde que Trigo Paz projetou a grande migração no dia 18 de julho, em comparação com 0,6 por cento para a dívida de países em desenvolvimento, segundo índices da Bloomberg.

Trigo Paz recomenda comprar títulos da Rússia e da Colômbia porque os dois países realizaram ajustes fiscais para uma queda nos preços do petróleo e devem se beneficiar com um rali de 11 por cento no preço do petróleo bruto Brent registrado no mês passado. Trigo Paz também recomenda comprar papéis da Indonésia e disse que talvez ele reduza a recomendação overweight do Brasil porque o rali nos títulos é "exagerado".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos