Bolsas

Câmbio

Investidor desconhece vantagem de gestora de gênero misto

Laura Colby

(Bloomberg) -- Muitos investidores dizem que não consideram o gênero ao escolher uma equipe para gerenciar seu dinheiro. Deveriam.

Um novo relatório do CFA Institute, que representa 135 mil gestores de ativos em todo o mundo, apontou que somente cerca de 30% dos investidores individuais e institucionais acreditam que as equipes mistas geram um desempenho melhor do que aquelas formadas apenas por homens.

As equipes que misturam os dois gêneros têm um desempenho consistentemente superior ao de gestoras de investimentos formadas apenas por homens, segundo um estudo de 2015 da Morningstar. A análise revelou que os fundos de ações gerenciados por equipes mistas tinham classificação melhor do que aqueles administrados por apenas um dos gêneros ao longo de 3, 5 e 10 anos.

"As equipes mistas são vantajosas", disse Leah Bennett, vice-presidente da Westwood Trust Houston, que administra US$ 22 bilhões. "Mas as empresas não necessariamente são conscientes disso porque não há muitas mulheres no setor. Falta conhecimento em relação ao que as equipes mistas são capazes de fazer", disse Bennett, que contribuiu para a pesquisa.

Os investidores não são os únicos a ignorar o potencial da administração conjunta de recursos entre homens e mulheres. Em uma pesquisa com mais de 5.000 membros em todo o mundo, o CFA Institute descobriu que apenas 43% dos analistas financeiros credenciados do sexo masculino disseram que as equipes de gestão de recursos mistas geravam um desempenho melhor, enquanto 70% das mulheres com qualificação semelhante pensavam assim.

"Essa diferença é interessante porque é mais provável que as mulheres que responderam à pesquisa estivessem em grupos mistos e tenham testemunhado os benefícios em primeira mão", afirma o relatório.

'A grande aposta'

Embora apenas 30% dos investidores pensem que a diversidade gera retornos melhores, um quarto dos investidores prefere equipes mistas por uma questão de justiça. Os investidores restantes, quase a metade, acham que combinar homens e mulheres não é importante no ramo de administração de recursos.

Uma pequena, mas crescente minoria dos clientes, particularmente fundos públicos de pensão, está pedindo que seus gestores de investimento revelem estatísticas de diversidade, afirma o relatório.

O Calstrs, o Sistema de Aposentadoria dos Professores do Estado da Califórnia, também investiu US$ 250 milhões em um fundo negociado em bolsa criado neste ano para investir em empresas com mais mulheres em nível sênior. Outros estados e cidades dos EUA, como Nova York, têm programas que visam a desenvolver empresas de gestão de ativos lideradas por mulheres e grupos minoritários.

"Muitas mulheres optam por ficar de fora do setor", diz Bennett, citando filmes como "A grande aposta" e "O lobo de Wall Street", que geram uma impressão negativa do setor nas mulheres jovens. Na verdade, diz ela, áreas como o investimento de patrimônio e o investimento de impacto têm muitas oportunidades para mulheres.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos