Bolsas

Câmbio

Volvo V90 Cross Country, casamento perfeito de wagon e SUV

Hannah Elliott

(Bloomberg) -- Celeste, a personagem de Nicole Kidman no seriado "Big Little Lies", deveria dirigir um Volvo V90 Cross Country.

É o carro perfeito para uma personagem assim -- uma pessoa de comportamento feminino e delicado, beleza escandinava e estilo elegante característico (ah, e uma dupla de gêmeos divertidos).

A Volvo está oferecendo esse carro aos norte-americanos em uma tentativa de diminuir o impacto do vício em SUVs. A marca já possui os excelentes SUVs XC60 e XC90, mas aposta que é capaz de produzir uma station wagon estilosa e agressiva o suficiente para abocanhar uma fatia desse mercado. Afinal, essa wagon antes era o modelo mais vendido da marca nos EUA.

É aí que entra a V90 Cross Country de US$ 55.300, a versão ampliada da wagon V90 de US$ 49.950. Ambos os modelos são novidades no ano e são maiores e mais bem equipados que as wagons dos anos anteriores. Se a Volvo criasse um diagrama de Venn de um SUV e uma wagon, a V90 Cross Country ocuparia o meio: os US$ 5.000 extras necessários para ter a versão Cross Country pagam cerca de 7,5 centímetros de altura adicional em relação à V90 padrão, vários centímetros adicionais de distância em relação ao solo e diversos extras úteis, como faróis de LED completos que se inclinam nas curvas à medida que o carro avança.

Com amplo espaço para bagagens e passageiros, tração nas quatro rodas capaz de lidar com terrenos traiçoeiros e essa altura superior, a V90 Cross Country faz com que o SUV full-size pareça inchado -- supérfluo para todas as famílias, exceto as maiores, ou para os guerreiros de fim de semana mais dedicados. E é muito mais especial do que os crossovers que enchem todos os shopping-centers do interior dos EUA. Não existem muitas station wagons tão altas quanto esta.

Eu dirigi o modelo V90 Cross Country T6, o que é importante de ressaltar, porque isso significa que o motor de quatro cilindros em linha com 2 litros vem com turbocompressor e supercompressor para 316 cavalos de potência e 40,7 mkgf (a V90 regular oferece uma versão menor T5 e um pacote esportivo "R Design"; a V90 Cross Country não). Na estrada, essa wagon é capaz, embora nada incrivelmente especial (deixe isso para as wagons badaladas da BMW, sério), com uma aceleração obediente por meio de suas oito engrenagens e menos inclinações para os lados nas curvas do que os SUVs, como era de esperar.

Isso não me incomoda muito. Eu tenho segurança para presumir que quem compra uma V90 Cross Country está em busca de espaço, funcionalidade, beleza, confiabilidade, eficiência e individualidade. E, para essa pessoa, o tempo que essa wagon precisa para ir de 0 a 100 km/h não é tão importante.

Agora você só precisa de uma trilha sonora como a de "Big Little Lies" para dirigir.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos