Haitong fecha corretora no Brasil, foca em banco de investimento

Cristiane Lucchesi e Felipe Marques

(Bloomberg) -- A chinesa Haitong Securities está fechando sua corretora no Brasil e focando na assessoria a fusões, serviços de tesouraria para clientes e banco corporativo e de investimento, segundo seu presidente no país.

"Decidimos parar com a atividade de corretagem no Brasil, apesar de ser o grande negócio de nosso maior acionista na China, porque os investimentos tecnológicos necessários são muito altos", disse Alan do Amaral Fernandes, presidente da Haitong no país, em entrevista.

"A dimensão que tínhamos não justificava manter o negócio, e o mercado de ações no Brasil andou muito de lado nos últimos anos".

"Mas não é uma saída que seja definitiva", disse.

Investidores chineses têm restrições nas compras de ações em bolsas de fora do país e as crises econômicas e políticas no Brasil têm pesado na demanda por serviços de corretagem no País.

Time do Haitong no Brasil foi reduzido de 160 pessoas em agosto para 90 pessoas agora, ele disse.

"Tivemos um reposicionamento estratégico, e um dos pilares de nossa atividade é a área de banco de investimento, conjugando M&A, mercado de capitais, com mais foco em dívida do que ações, e a parte de financial solutions, o antigo project finance e financiamento a aquisições".

"Também temos a parte de derivativos, os produtos estruturados de tesouraria: caso das empresas chinesas que vem investir no Brasil e precisam de alguma solução de hedge, de juros ou cambial, que proteja o capital ou algum investimento que venham fazer", disse Fernandes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos